Rapidinhas Teatrais

Ésio Magalhães é o Palhaço Zabobrim - Foto: Paula Poltronix/Divulgação

Ésio Magalhães é o Palhaço Zabobrim – Foto: Paula Poltronix/Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Rir pra não chorar
Ésio Magalhães, nosso grande palhaço, vai receber os convidados em um coquetel após a estreia da peça Zabobrim, o Rei Vagabundo, marcada para o dia 12 de setembro, no Sesc Santana, em São Paulo. A coluna recebeu convite. E vai, é claro.

Cadê o ponto?
Francisco Medeiros, o Chiquinho, revela que o dramaturgo da próxima peça que vai dirigir, Do Amor, não colocou nenhuma pontuação no texto. “Assim, os atores podem experimentar a pontuação, a pulsação do texto e descobrir sua musicalidade, seu ritmo”, ele explica para a coluna. A estreia está marcada para 3 de setembro, próxima quinta, às 20h, na Oficina Cultural Oswald de Andrade, no Bom Retiro, em São Paulo. Estão todos convidados. Ah, o dramaturgo que escreve sem pontuação é o francês Philippe Minyana. Decorou?

André Fusko, Wanessa Morgado e Guilherme Gorski em cena da peça Animais de Hábitos Noturnos - Foto: Oscar Filho/Divulgação

André Fusko, Wanessa Morgado e Guilherme Gorski em cena da peça Animais de Hábitos Noturnos – Foto: Oscar Filho/Divulgação

Eu voltei
A peça Animais de Hábitos Noturnos, de Robson Phoenix, volta esta sexta (28), ao Espaço dos Parlapatões, centro nevrálgico da praça Roosevelt. A nova temporada vai até 16 de outubro, toda sexta, 21h, com entrada a R$ 40. O texto é inspirado em Caio Fernando Abreu. Coisa boa.

Roubo histórico
Imagine só a situação: uma das pirâmides do Egito é roubada. É assim que começa a história do espetáculo infantil Meu Favorito – O Musical, que cumpre temporada até 27 de setembro, todo domingo, 17h, no Teatro Ressurreição, no Jabaquara, em São Paulo. Vai, gente.

Fernanda Torres deixou saudade na equipe do Teatro Porto Seguro - Foto: Orlando Oliveira

Fernanda Torres deixou saudade na equipe do Teatro Porto Seguro – Foto: Orlando Oliveira

Gratidão
Fernanda Torres e sua produtora, Carmen Mello, fizeram questão de fazer um brinde com toda a equipe do Teatro Porto Seguro, depois da última sessão de A Casa dos Budas Ditosos, no último domingo (23). Elas sabem que teatro bom se faz em equipe. Não é?

Retorno
Fernandinha já avisou. Em 2016, quer voltar com a peça para São Paulo. E ficar bem mais tempo do que esta curtíssima temporada. Que beleza.

Fernanda Montenegro quer voltar para SP com seu monólogo Viver sem Tempos Mortos, sobre Simone de Beauvoir - Foto: Divulgação

Fernanda Montenegro quer voltar para SP com seu monólogo Viver sem Tempos Mortos, sobre Simone de Beauvoir – Foto: Divulgação

Mamãe também
Outra que quer porque quer voltar a São Paulo com a peça Viver sem Tempos Mortos, monólogo no qual incorpora Simone de Beauvoir, é Fernanda Montenegro. Antes do retorno, a maior dama de nossos palcos só vai descansar um pouquinho, já que trabalhou (e também se estressou muito) na novela Babilônia, que chega ao fim nesta sexta (28). Ufa.

Roda de conversa
Este vosso escriba agradece ao diretor Rodolfo García Vázquez pelo convite para o bate-papo sobre Teatro Fora do Eixo, realizado com os aprendizes da SP Escola de Teatro na última quarta (26). Foi ótimo. Obrigado também para Alessandro Toller, nosso grande dramaturgo, Joaquim Gama e Bernadeth Alves. Foram todos fofíssimos.

Constatação
Cléo De Páris fez declaração de amor outro dia para seu irmão, Daniel: “Quem tem um irmão, tem tudo”. Está coberta de razão.

Tarcísio Meira volta aos palcos em O Camareiro - Foto: Divulgação

Tarcísio Meira volta aos palcos em O Camareiro – Foto: Divulgação

Saúde de ferro
Tarcísio Meira, nosso grande ator que volta aos palcos em O Camareiro no próximo dia 4 de setembro no Teatro Porto Seguro, contou que o médico que cuida dele e de Glória Menezes, sua mulher, fez uma pilhéria. O doutor falou que Glória tem saúde tão boa que só abatendo a tiros. Tarcisão conta a história dando gargalhadas. Como tem de ser. Ele, que celebra 80 anos de vida e 60 de carreira com a peça, disse à coluna não saber por que ficou tanto tempo longe dos palcos. Foram 20 anos sem fazer uma só peça. O importante é que ele está de volta.

Quem avisa amigo é
Georgette Fadel, que nunca para quieta, pede para avisar que a peça O Canto das Mulheres do Asfalto terá última sessão neste sábado (29), às 18h e 19h, no largo do Arouche, centro paulistano. Recado dado.

Gala
Foi um sucesso a noite de entrega do primeiro Prêmio Reverência, na última segunda (24), no Hotel Fasano, no Rio. Antonia Prado, idealizadora do projeto, é pura felicidade. Veja fotos.

Cena de O Poeta da Vila e Seus Amores - Foto: João Victor Rabello e Gabriela Leite/Divulgação

Cena de O Poeta da Vila e Seus Amores – Foto: João Victor Rabello e Gabriela Leite/Divulgação

Não deixe o samba morrer
O compositor carioca Noel Rosa ganha homenagem à altura no espetáculo O Poeta da Vila e Seus Amores. O musical, brasileiríssimo (que bom!) estreia neste sábado (29), às 21h, no histórico Teatro Paiol, ali debaixo do Minhocão. A produção da Cia. das Artes tem direção de Antonio Netto. A dramaturgia é do grande Plínio Marcos (ai, que falta ele nos faz!).

Fila na porta
Após abarrotar o Espaço dos Satyros 1 no último festival Satyrianas, a peça Hermanas Son las Tetas, primeira escrita e dirigida pelo ator e diretor argentino Juan Manuel Tellategui no Brasil, fará temporada em outubro, na SP Escola de Teatro da praça Roosevelt. Vai bombar.

Novo valor
A partir de 1º de setembro o ingresso da peça Cada Dois com Seus Pobrema, em cartaz às terças no Teatro Shopping Frei Caneca, em São Paulo, passa a custar R$ 80 e R$ 60.

Leão Lobo, ao centro, em cena da peça O Beijo no Asfalto, de Nelson Rodrigues, com o Grupo de Segunda no Espaço Parlapatões - Foto: Rodrigo Dionisio/Divulgação

Leão Lobo, ao centro, em cena da peça O Beijo no Asfalto, de Nelson Rodrigues, com o Grupo de Segunda no Espaço Parlapatões – Foto: Rodrigo Dionisio/Divulgação

A felicidade
Leão Lobo é pura alegria com sua volta ao teatro. Ele estreou na última quarta (26) a peça O Beijo no Asfalto, no Espaço dos Parlapatões, em São Paulo, onde cumpre temporada até 15 de outubro sob direção de Jair Aguiar. A coluna manda os parabéns pela volta do nosso querido jornalista e ator.

Terça de novo
Grace Gianoukas se veste de aeromoça para encenar o espetáculo Grace Gianoukas Recebe, que estreia em 1º de setembro, no Teatro Folha, no shopping Higienópolis, em São Paulo. Na obra, a criadora do Terça Insana contracena com Tatiana Salomé. Cada sessão terá um convidado especial. Toda terça, 21h, até 10 de novembro, com entrada a R$ 50 e R$ 60. O povo vai rir.

Colibri, jatobá, loba!
Phedra D. Córdoba manda avisar que logo estará no palco dos Parlapatões, toda terça, com seu show, Phedra por Phedra, dirigida por Robson Catalunha (que fez dieta e está magríssimo).

Christiane Torloni vive a diva Maria Callas - Foto: Divulgação

Christiane Torloni vive a diva Maria Callas – Foto: Divulgação

Eu sou Callas
Christiane Torloni dá vida a ninguém menos do que Maria Callas, o grande nome feminino da ópera mundial, na peça Master Class. O texto de Terrence McNally estreou na Broadway em 1995 e é sucesso absoluto em todo o mundo. José Possi Neto dirige a montagem. É bom avisar: Christiane não canta em cena. Apenas interpreta a diva.

Telona
Ah, Meryl Streep está se preparando para protagonizar a  adaptação do texto para o cinema em Hollywood. Será que leva outro Oscar para casa?

Teatro para todos
O projeto Todo Lugar É Palco, do grupo Barracão Cultural, tem suas últimas sessões nos dias 5 e 6 de setembro, sempre às 15h, no Parque Ecológico do Tietê, em São Paulo. Serão apresentadas, respectivamente, as peças A Condessa e o Bandoleiro e O Tribunal de Salomão e o Julgamento das Meias-Verdades Inteiras. Vai, gente.

Elenco da peça Fando e Lis: estreia nesta sexta (28) no Espaço dos Parlapatões, à meia-noite - Foto: Demian Golovaty/Divulgação

Elenco da peça Fando e Lis: estreia nesta sexta (28) no Espaço dos Parlapatões, à meia-noite – Foto: Demian Golovaty/Divulgação

Nômades
Dois seres solitários vagam pelo mundo em Fando e Lis, que estreia nesta sexta (28), às 23h59, no Parlapatões. A coluna vai. Ah, veja entrevista com Gisa Guttervil.

Amiga
A cantora Brisa Flow foi convocada para as últimas apresentações do espetáculo Baseado em Fatos Reais, com o multiartista Fepa. Só tem esta sexta (28) e sábado (29), sempre às 19h, na Oficina Cultural Oswald de Andrade, em São Paulo. Ela promete deixar todo mundo mareado.

Última chance
A peça A Última Carta faz suas duas sessões derradeiras nesta sexta (28), 21h30, e sábado (29), 21h, no Espaço Contraponto (r. Medeiros de Albuquerque, 55), na Vila Madalena, em São Paulo. Dirigida por Elisa Fingermann e Paulinho Faria (que está nos cinemas no filme Hipóteses para o Amor e a Verdade), a obra tem Vera Monteiro e Denis Antunes em um ótimo duelo cênico. Intimista, o espetáculo merece ser visto. Leia a crítica.

Leona Jhovs: musa automática da festa do Satyros - Foto: Bruno Poletti

Leona Jhovs: musa automática da festa do Satyros – Foto: Bruno Poletti

Como uma deusa
Leona Jhovs foi sensação na festa de lançamento do filme Hipóteses para o Amor e a Verdade, do Satyros, na última quinta (20), no bar Bambolina, na praça Roosevelt. Olha a atitude da moça aí no clique do ótimo Bruno Poletti.

Andréa Zanelato abraça a atriz Drika Ferreira após participar da peça Godofredo e Alice no CCSP - Foto: Arquivo pessoal

Andréa Zanelato abraça a atriz Drika Ferreira após participar da peça Godofredo e Alice no CCSP – Foto: Arquivo pessoal

Participação especial
Andréa Zanelato fez sua estreia nos palcos na última quarta (26), na peça Godofredo e Alice, no Centro Cultural São Paulo. Falou sobre sua experiência de vida como transexual. E foi aplaudidíssima. Ao povo, declarou: “A gente tem de acreditar no amor”.

Canto da sereia
Quem vê a peça sai com uma só coisa na cabeça: que bela voz tem a atriz Drika Ferreira.

Acabou
Denise Fraga se despede do Tuca com seu Galileu Galilei neste domingo (30).

Livia La Gatto está no elenco da peça Os Intocáveis, que se despede de SP rumo ao Rio - Foto: Divulgação

Livia La Gatto está no elenco da peça Intocáveis, que se despede de SP rumo ao Rio – Foto: Divulgação

Acabou 2
Livia La Gatto, nossa atriz e musa, não vê a hora de tomar sol em praias cariocas. É que a peça Intocáveis, na qual divide o palco com Ailton Graça e Marcelo Airoldi, deixa o Teatro Renaissance no domingo (30), mas segue para turnê no Rio.

Memórias de um Gigolô se despede de SP neste sábado (29) - Foto: Divulgação

Memórias de um Gigolô se despede de SP neste sábado (29) – Foto: Divulgação

Acabou 3
Outra produção que se despede de São Paulo neste sábado (29), no Teatro Procópio Ferreira, é Memórias de um Gigolô. Leonardo Miggiorin foi o grande nome da temporada. Pelo talento e pela simpatia.

Peça A Social se despede do palco dos Parlapatões - Foto: Divulgação

Peça A Social se despede do palco dos Parlapatões – Foto: Divulgação

Acabou 4
A peça A Social, sobre os dramas adolescentes na internet, também faz última sessão neste sábado (29), às 17h, no Espaço dos Parlapatões, em São Paulo.

O diretor Zé Henrique de Paula: teatro com fone de ouvido - Foto: Divulgação

O diretor Zé Henrique de Paula: teatro com fone de ouvido – Foto: Divulgação

Experimento
Zé Henrique de Paula trouxe de Londres o modelo teatral que usa no espetáculo Ao Pé do Ouvido, que estreia na quinta (3), no Sesc Pinheiros. No palco, sete atores escutam em fones de ouvido entrevistas de migrantes nordestinos e tentam reproduzi-las da forma mais fiel possível. Rita Batata está no elenco.

Sofrimento diante da pós modernidade é mote em Até que Deus É um Ventilador de Teto - Foto: Divulgação

Sofrimento diante da pós modernidade é mote em Até que Deus É um Ventilador de Teto – Foto: Divulgação

Relações líquidas
O sofrimento das velhas gerações com as relações virtuais do mundo de hoje é tema da nova peça dos Parlapatões, em cartaz no Sesc Pompeia: Até que Deus É um Ventilador de Teto. Porque a coisa está braba, minha gente.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *