Bicha Oca tem gay amargurado no Casarão do Belvedere

Rodolfo Lima e Samy Dias em cena de Bicha Oca - Foto: Ronaldo Gutierrez

Rodolfo Lima e Samy Dias em cena de Bicha Oca – Foto: Ronaldo Gutierrez

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Após temporada de estudo na Unicamp, onde acaba de concluir o mestrado, Rodolfo Lima está de volta aos palcos paulistanos.

Ousado e proponente, ele é um dos nomes fortes do teatro com temática gay produzido na metrópole, sempre incorporando personagens densos que mexem com a plateia.

Rodolfo, que também é jornalista e crítico teatral, protagoniza a peça Bicha Oca, encenada todo sábado, às 19h, até 31 de outubro, no Casarão do Belvedere, onde a obra já foi feita com sucesso em 2009 [veja serviço ao fim] — o ator ainda encena no mesmo lugar, todo sábado de setembro, às 21h, a peça Réquiem para um Rapaz Triste + Cerimônia do Adeus.

Bicha Oca é uma adaptação de contos homoeróticos do autor pernambucano Marcelino Freire. Na obra, Lima vive Alceu, um homossexual de meia idade desgostoso com o mundo atual.

O personagem, um tanto quanto rabugento, dá sua opinião sobre o comportamento gay nos tempos contemporâneos, lembrando de sua juventude com nostalgia.

Além de variadas temporadas em São Paulo, a peça já viajou boa parte do Brasil, sendo apresentada em lugares como Curitiba, Salvador, Feira de Santana, Alagoinhas, Porto Seguro, Santo Amaro da Purificação e Porto Alegre.

Em encenação realista, Rodolfo contracena com Samy Dias, espécie de fator surpresa da montagem. Diz estar satisfeito com o novo colega, o quarto a interpretar o personagem que mexe com Alceu: “O que mais me chamou a atenção em Samy foi o jeito despretensioso de parecer ser. Bem humorado, boa pinta, bastou 15 minutos de papo e parecíamos íntimos”, conta.

Rodolfo finaliza, dizendo o que deseja neste temporada ao lado de Samy: “Envolver o espectador na nuvem de ilusão é nosso maior objetivo”.

Bicha Oca
Quando: Sábado, 19h. 60 min. Até 31/10/2015
Onde: Casarão do Belvedere (rua Pedroso, 267, Bela Vista, São Paulo, tel.: 0/xx/11 5549-7131)
Quanto: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada)
Classificação etária: 18 anos

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *