Morre ator Francisco Martínez, o Pachito

Pachito - Foto: Divulgação

Francisco Martínez, o Pachito, foi um grande nome do teatro colombiano e latino-americano – Foto: Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Morreu, aos 78 anos, o ator e diretor colombiano Francisco Martínez Alvarado, conhecido como Pachito.

A Colômbia se despediu do artista nesta sexta (11), no Cemitério Central de Bogotá.

Ele foi um dos grandes nomes do teatro latino-americano e morreu, nesta quarta (9), vítima de um infarto fulminante.

Pachito estava hospitalizado em Bogotá havia 15 dias.

O artista foi um dos fundadores do Teatro La Candelaria, um dos mais importantes da Colômbia.

Nascido no interior da Colômbia, em Ciénaga, ele passou a morar na capital, Bogotá, em 1964. Desde então, passou a ser parte crucial da vida teatral na metrópole, sendo um dos principais nomes do teatro moderno colombiano com sua companhia, o Teatro La Candelária, surgido em desdobramento da Casa de la Cultura fundada por ele e outros companheiros em 1966.

Por motivo de luto, a companhia suspendeu suas apresentações da peça Camilo neste fim de semana.

Camila Scudeler, ao lado de Pachito em Bogotá: brasileira define o artista como "revolucionário" - Foto: Arquivo pessoal

Camila Scudeler, ao lado de Pachito em Bogotá: brasileira define o artista como “revolucionário” – Foto: Arquivo pessoal

Amiga brasileira

A atriz paulista e pesquisadora do teatro Camila Scudeler, que está em Bogotá, acompanhou de perto o funeral. Ela era amiga de Pachito e teve nele um de seus mentores.

Ela lembra que ele, sempre muito simpático, foi seu guia turístico em sua primeira vez em Bogotá, em abril de 2014.

Emocionada, Camila define o amigo como “ator, militante e revolucionário”.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *