Rapidinhas Teatrais

Elenco da cena Drive-Thru: Marcos Gomes, Luna Martinelli e Pablo Perosa - Foto: Divulgação

Elenco da cena Drive-Thru: Marcos Gomes, Luna Martinelli e Pablo Perosa – Foto: Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Branca de Neve fumante
O espetáculo Ondas Curtas, dirigido por Lucas Mayor e Marcos Gomes, estreia nesta sexta, pleno 11 de setembro, às 21h30, no Teatro Cemitério de Automóveis (r. Frei Caneca, 384), em São Paulo, com entrada a R$ 30 a inteira e R$ 15 a meia. No elenco, estão Antoniela Canto, Gabriela Fortanell, Luna Martinelli (musa do nosso teatro que vive uma versão rock de Branca de Neve), Marcos Gomes, Mauricio Bittencourt e Pablo Pedrosa. São três cenas curtas em sequência. Dura só 60 minutos, gente. Ah, fica em cartaz até 30 de outubro. Anotou tudo?

Ai, minha verba!
A classe artística está em polvorosa depois que Danilo Santos de Miranda, gerente regional do Sesc São Paulo, disse ao jornal Folha de S.Paulo nesta semana que a crise econômica do País o obrigou a pisar o pé no freio de investimentos.

Fernanda Tsuji em Amores Dissecados: peça marcou época em 2007 - Foto: Divulgação

Fernanda Tsuji em Amores Dissecados: peça marcou época em 2007 – Foto: Divulgação

Pura nostalgia
Fernanda Tsuji, atriz e jornalista, outro dia ficou nostálgica da peça Amores Dissecados, que ela apresentou em 2007, na praça Roosevelt, no antigo Satyros Dois, hoje Estação Satyros. No elenco dirigido por Marcos Lemes estavam também Alberto Cataldi, Kéroly Gritti, Ricardo Schers e Valmir Júnior. Fernanda tinha uma cena marcante ao som da música Bandeira Branca. Aquela que diz “pela saudade que me invade eu peço paz”, ícone de Dalva de Oliveira. A coluna viu na época. Foram fortes emoções.

Ai, que saudade!
Falando nisso, o site agora tem nova coluna, que sai toda terça-feira. Chama-se Ai, que saudade!. Foi inaugurada com Phedra D. Córdoba e Celso Curi, com uma foto que já vai completar 40 anos. Eita.

Bob Sousa com seu retrato de Maria Alice Vergueiro - Foto: Divulgação

Bob Sousa com seu retrato de Maria Alice Vergueiro – Foto: Divulgação

Andando por aí
A exposição Retratos do Teatro, do nosso fotógrafo do teatro Bob Sousa, faz parada durante este mês de setembro na cidade de Lucélia, no interior de São Paulo, onde ocupa espaço nobre no Paço Municipal. Poderoso.

Já que ela apareceu na foto
Maria Alice Vergueiro faz temporada gratuita de seu espetáculo Why the Horse?, com o qual celebra 80 anos de carreira, até domingo (13) no Galpão do Folias, em São Paulo. Ainda há três sessões: sexta e sábado, 21h, domingo, 20h. Ingressos distribuídos uma hora antes. Vai lotar.

Cena de A Alma Encantadora das Ruas, do Grupo Trama - Foto: Maxwell Vilela

Cena de A Alma Encantadora das Ruas, do Grupo Trama – Foto: Maxwell Vilela

Turnê mineira
Após fazer sucesso no Galpão do Folias, em São Paulo, o Grupo Trama estreia a peça A Alma Encantadora das Ruas no Teatro Espanca!, em Belo Horizonte, em temporada de 18 de setembro a 4 de outubro. Depois, seguirá em turnê por Juiz Fora, Uberlândia, Montes Claros e Contagem. Além disso, os meninos estão lançando uma revista com distribuição gratuita. A cultura agradece.

Pura poesia
Está marcada para 26 de setembro, no Sesc Consolação, às 13h e às 15h, a intervenção poética Do Barro de Manoel. É inspirada na obra do poeta sul-matogrossense Manoel de Barros, com concepção e direção da Cia. Teatro de Senhoritas. A performance trará aos espectadores poemas através de leituras, récitas e mídias tecnológicas. Coisa boa.
Luccas Papp, em cena da peça - Foto: Divulgação

Luccas Papp, em cena da peça – Foto: Divulgação

Voar, voar, subir, subir…
Sabe o sonho antigo do homem de voar, que fez Ícaro se dar mal na mitologia? Pois é. Ele é tema da peça O Falcão Vingador, que estreia neste sábado (12), no Viga Espaço Cênico, em São Paulo. No elenco estão Luccas Papp, que também é autor e produtor da obra, e Nana Pequini, sob direção de Dan Rosseto. Fica até 7 de novembro, sempre aos sábados, às 17h, com entrada a R$ 40 a inteira e R$ 20 a meia. Estão todos convidados.

Conscientes
O povo do teatro, que é super conscientizado, está feliz da vida porque está chovendo muito em São Paulo. Pelo menos enche a represa, né? Queira Deus, Oxalá, como diria o Gil.

Cancelou
O grupo Discípulos do Ritmo informou que precisou cancelar a temporada do espetáculo Lemniscata, que estrearia em 18 de setembro no Teatro de Arena, por conta de problemas de saúde de um dos integrantes. A coluna deseja melhoras.

Amizade no trabalho: Selma Morente, Tarcísio Meira, Célia Forte e Glória Menezes - Foto: Divulgação

Amizade no trabalho: Selma Morente, Tarcísio Meira, Célia Forte e Glória Menezes – Foto: Divulgação

Quarteto fantástico
Olha aí que lindo o encontro das produtoras e assessoras Selma Morente e Célia Forte com o casal 20 da televisão brasileira, Tarcísio Meira e Glória Menezes. É que a Morente Forte, que celebra seus 30 anos, cuida das respectivas peças de nossos mitos: O Camareiro e Ensina-me a Viver. Estão em boas mãos.

Vem aí
Morte Acidental de um Anarquista, com Dan Stulbach, estreia dia 23 de setembro, no Teatro Porto Seguro, em São Paulo.

Vem aí 2
Já Pulsões, de Dib Carneiro Neto, tem estreia marcara para 18 de setembro, no Teatro Sérgio Cardoso, também na capital paulista.

Prorrogou
Visitando o Sr. Green, com Sergio Mamberti e Ricardo Gelli dirigidos por Cassio Scapin, prorrogou temporada até 25 de outubro no Teatro Jaraguá, em São Paulo. O público sai falando maravilhas da obra. O boca a boca é infalível.

Elisa Fingermann, atriz e diretora que já morou em Buenos Aires e Londres - Foto: Paulinho Faria

Elisa Fingermann, atriz e diretora que já morou em Buenos Aires e Londres – Foto: Paulinho Faria

É de casa
Paulinho Faria, que além de ator e diretor também é fotógrafo, fez este lindo clique de sua mulher, a também atriz e diretora da Cia. Contraponto, Elisa Fingermann. Depois do sucesso da peça A Última Carta, eles já preparam um novo espetáculo. Fazem muito bem.

Em tempo
Paulinho Faria vive um traficante perturbado no filme Hipóteses para o Amor e a Verdade, primeiro longa do Satyros que faz barulho nos cinemas.

A pergunta que não quer calar
O que se pode esperar de um governo que cogita acabar com o Ministério da Cultura?

Vão pular fora do barco
Se Dilma Rousseff concretizar a extinção do Ministério da Cultura vão se contar nos dedos da mão os artistas que continuarão apoiando a presidenta. Porque, sem Cultura, vai ficar difícil defender a cada vez menos poderosa…

Cléo De Páris encontrou um banheiro todo pichado - Foto: Cléo De Páris

Cléo De Páris encontrou um banheiro todo pichado – Foto: Cléo De Páris

Peralta
Cléo De Páris, nossa musa, fez selfie divertida em um ambiente privado rabiscado que encontrou por aí: “Esses banheiros!”, postou.

Alegria
Ivam Cabral ficou todo feliz porque Lauro César Muniz foi recontratado pela Globo, após longo período na geladeira da Record. “Isso significa muito para a cultura brasileira. Lauro é dos maiores escritores que esse Brasilzão produziu. Viva, Lauro!”, disse o ator, todo feliz.

Rodolfo García Vázques grava voz em off para a peça Hermanas Son las Tetas - Foto: Juan Manuel Tellategui

Rodolfo García Vázques grava voz em off para a peça Hermanas Son las Tetas – Foto: Juan Manuel Tellategui

Cabine
Rodolfo García Vázquez, o grande diretor do Satyros, passou a última quinta (10) trancafiado em uma cabine com Juan Manuel Tellategui. Calma, gente. Ele estava apenas gravando voz em off para a peça Hermanas Son las Tetas, do ator, dramaturgo e diretor argentino. Dizem que a sessão foi pura diversão.

Cabine 2
Outros que também emprestaram suas belas vozes à montagem que tem Lauanda Varone e Liza Caetano como protagonistas foram Gustavo Ferreira, Joaquim Gama e Dione Leal. Detalhe: Dione, além de atriz, também é dubladora profissional. Ai, que chique!

Joaquim Gama, Gustavo Ferreira, Renato Navarro e Dione Leal: sessões de gravação das vozes em off de Hermanas Son las Tetas - Foto: Juan Manuel Tellategui

Joaquim Gama, Gustavo Ferreira, Renato Navarro e Dione Leal: sessões de gravação das vozes em off de Hermanas Son las Tetas – Foto: Juan Manuel Tellategui

Cabine 3
O técnico de som Renato Navarro cuidou para que todos ficassem bem à vontade na gravação.

Cabine 4
Em tempo: Hermanas Son las Tetas estreia em 2 de outubro na SP Escola de Teatro, da praça Roosevelt, onde fica em cartaz todos os fins de semana de outubro, de sexta a domingo. Recado dado.

Informe
Phedra D. Córdoba, a diva cubana do Satyros, pede, elegantemente, para a coluna avisar que sua temporada de Phedra por Phedra, no Espaço dos Parlapatões, toda terça, 21h, agora está em promoção: os ingressos custam apenas R$ 20. A direção é de Robson Catalunha. Vai, gente.

Vanessa Rodrigues (ao centro, de short e botas), nos ensaios de Nuvem de Lágrimas - Foto: Divulgação

Vanessa Rodrigues (ao centro, de short e botas), nos ensaios de Nuvem de Lágrimas – Foto: Divulgação

Eu canto e danço!
A atriz Vanessa Rodrigues está a mil, ensaiando como nunca o musical Nuvem de Lágrimas, que deve estrear em novembro, em São Paulo. Vai ter músicas de Chitãozinho e Xororó. A moça arrasa.

Eu também atuo
No elenco de Nuvem de Lágrias está o diretor de Urinal, o Musical, Zé Henrique de Paula. Ele é ator também, gente. Leia entrevista com o artista.

Eu também dirijo
Luciano Andrey, que fez sucesso no musical Priscilla, a Rainha do Deserto, está na direção de Nuvem de Lágrimas.

Nuvem de Lágrimas tem 23 atores no elenco - Foto: Divulgação

Nuvem de Lágrimas tem 23 atores no elenco – Foto: Divulgação

Lista completa
A coluna descolou a lista completa (com a foto acima), dos 23 atores do elenco de Nuvem de Lágrimas. A saber: Vanessa Rodrigues, Tinno Zani, Juju Ramos, Otavio Zobaran, Luciana Pandolfo, Wilson Feitosa Jr., Pamella Machado, Roberto Sargentelli, Nathália Mancinelli, Pedro Caetano, Jaqueline Brambilla, Paulo Ocanha Jr., Maria Netto, Zé Henrique de Paula, Rosana Penna, Blota Filho, Erika Altimeyer, Fabio Augusto Barreto, Sérgio Dalcin, Adriana Del Claro, Letícia Maneira Zappulla, Lucy Alves e Gabriel Sater. Ufa.
120-dias
Só para maiores
Já está um fuzuê danado na praça Roosevelt para assistir Os 120 Dias de Sodoma, sob direção de Rodolfo García Vázquez. As sessões são quinta e sexta, 21h, e sábado, às 23h59, no Estação Satyros, até 31 de outubro. As cenas são tão pesadas que é preciso mostrar identidade, comprovando ter mais de 18 anos, para entrar. Nada de falsificar documento, tá?

Dose dupla
Samir Yazbek, o premiado dramaturgo, vai montar duas peças em 2016: As Boas Vindas do Imperador e A Volta da Redentora. Ambos baseados entre o Império e o nascimento da República em nosso Brasil. Ele está montando equipe.

Mario Sergio Cabral, Giordano Castro e Erivaldo Oliveira, do Magiluth, em cena - Foto: Divulgação

Mario Sergio Cabral, Giordano Castro e Erivaldo Oliveira, do Magiluth, em cena – Foto: Divulgação

Final feliz
O Grupo Magiluth encerra temporada neste fim de semana, no Teatro Arraial, em Recife, da peça O Ano em Que Sonhamos Perigosamente.

Camila Graziano e Zémanuel Piñero - Foto: Fernando Gardinali

Camila Graziano e Zémanuel Piñero – Foto: Fernando Gardinali

De volta pra casa
O dramaturgo João Fábio Cabral está com nova peça na praça. Chama-se Um Passo Atrás, com direção de Fabiana Carlucci. Conta a história de Vick, uma mulher que volta às suas origens depois da morte da mãe. Estreia em 25 de setembro, no Instituto Cultural Capobianco, no centro de São Paulo, onde faz temporada até 31 de outubro, com entradas a R$ 40 a inteira. Tem sessão, quintas e sextas, 21h30. Em cena, estão Camila Graziano e Zemanuel Piñero. Prepare-se.

Carolina Correa recebe o abraço da atriz argentina Maria Viau, em Buenos Aires - Foto: Divulgação

Carolina Correa recebe o abraço da atriz argentina Maria Viau, em Buenos Aires – Foto: Divulgação

Quase portenha
A atriz mineira Carolina Correa apresenta seu monólogo Carolina, de Lorca, com direção de Léo Kildare Louback, nesta sexta (11), às 21h, em Buenos Aires, na Argentina. Ela aproveitou a temporada portenha para conferir, na última quarta (9), o show Dois Amigos, Um Século de Música, de Caetano Veloso e Gilberto Gil, no Luna Park, tradicional espaço de eventos da Argentina.

Yago Ramos e Breno da Matta: dizem que eles estão adorando a murga argentina - Foto: Divulgação

Yago Ramos e Breno da Matta: dizem que eles estão adorando a murga argentina – Foto: Divulgação

Quase portenhos
Falando em Argentina, outros artistas brasileiros que estão em temporada no país vizinho são Breno da Matta e Yago Ramos. Eles foram selecionados para trabalhar com o Fuerza Bruta, a internacionalmente conhecida trupe de teatro aéreo performativo de lá.

Eu voltei
Mantenha Fora do Alcance do Bebê, com Débora Falabella, está de volta a São Paulo após reverberar no Rio. Reestreia nesta sexta (11), às 21h, em disputadíssima sessão, no Sesc Ipiranga. A coluna vai, é claro. Até porque a peça é escrita pela grande dramaturga Silvia Gomez, a nossa Silvinha.

A dramaturga e jornalista Silvia Gomez - Foto: Bob Sousa

A dramaturga e jornalista Silvia Gomez, ao lado do “lobo” Diego Dac: autora de Mantenha Fora do Alcance do Bebê, que está de volta a São Paulo, no Sesc Ipiranga, após sucesso no CCSP e no Rio – Foto: Bob Sousa

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *