Dois ou Um com Diego Ribeiro

O ator Diego Ribeiro - Foto: Divulgação

O ator Diego Ribeiro – Foto: Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

O ator Diego Ribeiro está em cartaz em duas peças ao mesmo tempo. Ele pode ser visto tanto em Os 120 Dias de Sodoma, às quintas e sextas, 21h, e sábado, 23h59, quanto em Juliette, sábado e domingo, 21h. Ambos dirigidas por Rodolfo García Vázquez no Estação Satyros, na praça Roosevelt, 134, no centro paulistano, com entrada a R$ 40 a inteira e R$ 20 a meia. Natural de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul, ele aceitou o desafio de participar da coluna Dois ou Um. Dez perguntas cheias de possibilidades. Ou não.

Praça Roosevelt ou Vila Madalena?
Praça Roosevelt, sempre. Um mundo à parte. Quem não conhece a praça, não conhece devidamente São Paulo.

Amor ou sexo?
Como bom pisciano, romântico, ama-se tudo.

Fruta ou fast food?
Comida de mãe.

Marquês de Sade ou Jorge Amado?
Na cabeceira, Sade. No palco, Sade. Intenso, provocante, necessário.

Transgressor ou comportado?
Levar Sade pro palco e querer ser comportado é um pouco difícil.

Noite ou dia?
Noturno convicto. Trabalho e prazer à luz da lua.

Praia ou campo?
Gaúcho do campo. Acampar, fazer trilhas: um sonho na metrópole.

Uruguaiana ou São Paulo?
Um uruguaianense que ama São Paulo. Que aprendeu a sonhar aqui.

Esquerda ou direita?
A liberdade para ambos os lados.

Eu só quero um xodó ou Estou de volta pro meu aconchego?
Meus xodós são aconchego.

Leia outras edições da coluna Dois ou Um

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *