No centenário de Orlando Silva, Zé Guilherme canta suas músicas

O cantor Zé Guilherme: disco solar para Orlando Silva - Foto: Alessandra Fratu

O cantor Zé Guilherme: disco solar para Orlando Silva – Foto: Alessandra Fratu

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Sabe a camélia que caiu do galho, deu dois suspiros e depois morreu? Pois é ela mesma, tema de A Jardineira, que surge na voz do cantor Zé Guilherme na abertura do disco Abre a Janela – Zé Guilherme Canta Orlando Silva, terceiro álbum do artista cearense radicado em São Paulo.

Como o nome já diz, o trabalho presta homenagem a Orlando Silva, conhecido como o cantor das multidões e que teria completado 100 anos em 2015.

São 18 faixas, todas releituras de músicas imortalizadas por Silva. Sambas e marchinhas mais leves dão um tom solar ao álbum.

Zé Guilherme interpreta as obras de forma distinta ao vozeirão que consagrou Orlando Silva.

O novo intérprete tem um jeito de cantar mais simples e sem o ar pomposo do velho crooner.

Um dos destaques é Aos Pés da Cruz, quinta faixa que já foi gravada também por João Gilberto e Gilberto Gil, só para ficar em dois nomes fundamentais de nossa música.

Cezinha Oliveira assina a produção do disco, buscando inspiração nas orquestras e conjuntos regionais da época de Orlando Silva. Apesar de focar em sambas e marchinhas, o disco ainda conversa com gêneros como jazz e música barroca.

Ouvir Zé Guilherme cantar Orlando Silva é como estar em uma roda musical, de um sábado de tarde ensolarada, em alguma cidade do interior.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *