Dois ou Um com Osvaldo Steavnv

O ator e iluminador Osvaldo Steavnv - Foto: Divulgação

O ator e iluminador Osvaldo Steavnv – Foto: Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Osvaldo Steavnv é ator e iluminador. O sobrenome cheio de consoantes vem dos antepassados russos do artista paulistano. Atualmente, assina, ao lado de Flávia Servidone, a luz do espetáculo Hermanas Son las Tetas, de Juan Manuel Tellategui, com Lauanda Varone e Liza Caetano. A peça estreia nesta sexta (2), na SP Escola de Teatro (praça Roosevelt, 210), onde cumpre temporada até 25 de outubro, sempre sexta e sábado, 21h30, e domingo, 18h, com ingressos a R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia-entrada. Em meio à correria dos últimos ajustes, Osvaldo aceitou o convite do Site do Miguel Arcanjo para participar da coluna Dois ou Um. Dez perguntas cheias de possibilidades. Ou não.

Luz ou Sombra?
Não existiria a sombra se não houvesse luz, mas se não houvesse sombra, a luz significaria muito menos.

Amor tranquilo ou amor bandido?
Ambos tem seu momento e sua magia, mas hoje prefiro um amor tranquilo, que dure.

Cazuza ou Renato Russo?
Dois nomes, um sentimento, admiração.

Sala Preta ou Palco Italiano?
Em qualquer uma, se estiver acontecendo teatro, será pra mim solo sagrado.

Ivete Sangalo ou Cláudia Leitte?
Respeito o trabalho das duas, mas a energia e carisma de Ivete Sangalo é incomparável.

Zé Celso ou Antunes Filho?
Difícil escolher, são ícones, referências, mestres. Independentemente da forma como suas obras são vistas e criticadas, são brilhantes.

Nelson Rodrigues ou Shakespeare?
Carinho enorme por você, querido William, mas por Nelson Rodrigues é paixão [risos].

Bossa nova ou funk?
Me desculpe atualidade, mas com certeza bossa nova.

Liza Caetano ou Lauanda Varone?
Amo o trabalho das duas, trabalhar com as duas, rir com as duas, enfim, uma já faz parte de muitas das minhas histórias, e a outra faz parte do agora e de um longo caminho pela frente. E espero que nesse longo caminho permaneçam as duas. Amo.

Ando meio desligado ou eu era ovelha negra da família?
Acho que já passei pelas duas e vou continuar passando, faz parte do meu desenvolver, do crescimento.

Leia outras edições da coluna Dois ou Um

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *