Rapidinhas Teatrais

O talentoso Gabriel Bodstein é autor, diretor e ator do monólogo A Vedete: teatro mudo - Foto: Divulgação

O talentoso Gabriel Bodstein é autor, diretor e ator do monólogo A Vedete: teatro mudo – Foto: Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Uma estrela no ar
Gabriel Bodstein encarna uma velha atriz em decadência na peça A Vedete, na qual usa máscara e não diz uma só palavra. Mas, talentoso que só, consegue, é claro, imprimir sentimento de sobra à personagem. No Teatro Pequeno Ato, em São Paulo, até 29 de novembro, sempre domingo, às 19h, com ingresso a R$ 30. Todo mundo tem de ver.

Danada
A crítica teatral Kyra Piscitelli está no meio de uma mudança de casa. Mas, mesmo com a confusão de caixas e arrumação, ela não deixa de dar aquela atenção ao teatro. Por isso, a jornalista é tão fundamental para todos nós.

Nova área
O presidente da APCA, a Associação Paulista de Críticos de Artes, informa que a tradicional entidade vai ganhar uma nova área: moda. Nomes tarimbados da área integrarão a comissão especializada. Chiquérrimo.

A atriz Phedra D. Córdoba filma A Filosofia na Alcova - Foto: André Stefano

A atriz Phedra D. Córdoba filma A Filosofia na Alcova – Foto: André Stefano

Cinematográfica
Phedra D. Córdoba, a diva cubana, passou a semana inteira no set de filmagem do novo longa do Satyros: A Filosofia na Alcova. Está exausta. Mas, feliz.

Batman & Robin
Desta vez, em A Filosofia na Alcova, Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez assinam juntos não só roteiro, como também direção. Sabem que a dupla, formada 26 anos atrás no largo do Arouche, é imbatível.

Barulhinho bom
A atriz Cléo De Páris é apaixonada pela trilha da peça Mantenha Fora do Alcance do Bebê, de Silvia Gomez, que encerra temporada no Sesc Ipiranga, em São Paulo, neste fim de semana. E gosta da peça também.

Integração Argentina-Brasil no palco da SP Escola de Teatro: Hermanas Son las Tetas estreia nesta sexta (2), com Lauanda Varone e Liza Caetano em texto e direção de Juan Manuel Tellategui - Foto: Miguel Arcanjo Prado

Integração Argentina-Brasil no palco da SP Escola de Teatro: Hermanas Son las Tetas estreia nesta sexta (2), com Lauanda Varone e Liza Caetano em texto e direção de Juan Manuel Tellategui – Foto: Miguel Arcanjo Prado

Em pé de guerra
Estreia nesta sexta (2) Hermanas Son las Tetas, peça escrita e dirigida por Juan Manuel Tellategui, argentino que comemora 20 anos de carreira, dos quais os últimos cinco no Brasil. A proposta é integrar Argentina e Brasil num mesmo palco. Às 21h30 na SP Escola de Teatro da fervilhante praça Roosevelt, onde cumpre temporada até 25 de outubro, sexta e sábado, 21h30, e domingo, 18h. O ingresso é baratinho: R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia. Nem dá pra reclamar. Ah, Lauanda Varone e Liza Caetano são duas irmãs atrizes e rivais. A peça tem participação especial de um performer por dia, além de nove artistas tarimbados que gravaram vozes em off. Coisa fina.

Coisas da Nação
Depois de fazer sua versão para O Beijo no Asfalto, o diretor Jair Aguiar mergulha na problemática social brasileira na peça Caiu o Mistério. A estreia está marcada para 8 de outubro, no Teatro Paiol Cultural, em São Paulo. Vai dar o que falar.

Coisas do Brasil
Não, a peça, ao que parece não foi inspirada nas supostas contas de Cunha na Suíça. Mas, bem que poderia ser. O espetáculo Democracia sem Vergonha, de James Akel, estreia no Teatro Ruth Escobar neste sábado (3), às 19h30. Dizem que a peça mostra a família de um presidente envolvida em corrupção. Eita.

Mário Bortolotto e Carcarah em cena de O Canal - Foto: Gisela Schlögel

Mário Bortolotto e Carcarah em cena de O Canal – Foto: Gisela Schlögel

Mecânico
Mário Bortolotto e sua trupe mergulham no mundo do desmanche de carros na peça O Canal, do estadunidense Gary Richards. A estreia é no próximo dia 7 de outubro no Teatro Cemitério de Automóveis, em São Paulo. Estão todos convidados.

Álbum de Família
Os filhos de Gianfrancesco Guarnieri estão juntinhos no palco do Teatro Gazeta em Irmãos, Irmãos… Negócios à Parte. Flávio e Paulo Guarnieri estão na comédia de Luiz Antonio Pilar que conta a história de dois irmãos que se conhecem justamente no dia em que o pai de ambos morre. A estreia é neste sábado (3), às 18h. Vai, gente.

Éramos seis
Falando em filho de peixe, Leo Lama, filho de Plínio Marcos, estreia sua peça Vendidas, com seis mulheres explosivas no fim do expediente, nesta sexta (2) no Teatro Viradalata. A peça tem direção de Bia Szvat. Cumpre temporada até 27 de novembro. Recado dado.

Meninas malvadas em cena na peça O Que a Dorothy Quer? - Foto: Divulgação

Meninas malvadas em cena na peça O Que a Dorothy Quer? – Foto: Divulgação

Nada infantil
Sabe a Dorothy, a menina de sapatinhos dourados do filme O Mágico de Oz. Pois é. Uma versão bem mais rock’n’roll da personagem está na peça O Que a Dorothy Quer?, que estreia neste sábado (3), às 20h, no Teatro da Livraria da Vila do Shopping JK Iguatemi. Naty Graciano, Luciana Espósito e Caroline Duarte estão no texto de Pedro Garrafa, que também assina a direção.

Dono da bola
Clayton Mariano dirige a Peça Esporte, com texto do Nobel de Literatura Elfriede Jelinek. Estreia nesta sexta (2), às 20h, no Tusp, onde cumpre temporada até 15 de novembro. O enredo desvenda as emoções por trás do esporte. Paixão de muitos.

Diva
A ótima atriz Juliana Galdino é a grande estrela da peça que celebra os dez anos do Club Noir: O Balcão. Estreia neste fim de semana no espaço da trupe na rua Augusta, 331.

Juliana Galdino é estrela da peça O Balcão, do Club Noir - Foto: Divulgação

Juliana Galdino é estrela da peça O Balcão, do Club Noir – Foto: Divulgação

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *