Ai, que Saudade! Oração para um Pé-de-Chinelo estreava há dez anos no Espaço dos Satyros

Foto: João Caldas

Norival Rizzo, Denise Weinberg e Marat Descartes na peça Oração para um Pé-de-Chinelo, encenada no Espaço dos Satyros 1, em São Paulo, em 2005 – Foto: João Caldas

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Uma dose forte e única de pura nostalgia. Há dez anos estreava a peça Oração para um Pé-de-Chinelo, texto de Plínio Marcos com direção de Alexandre Reinecke. A peça ficou em cartaz com sucesso no Espaço dos Satyros 1, na praça Roosevelt, em São Paulo, em 2005. Em cena estavam Marat Descartes, na pele do jovem criminoso Bereco, Norival Rizzo, como Rato, um bandido aposentado e alcoólatra, e Denise Weinberg, como Dilma, uma prostituta que está presa com os dois em um barraco. Ai, que saudade!

Veja outras edições da coluna Ai, que saudade!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *