Conheça Bruna Guerin, a melhor atriz do Prêmio Bibi Ferreira por Urinal, o Musical

Bruna Guerin em cena de Urinal, o Musical: melhor atriz de 2015 pelo Prêmio Bibi Ferreira - Foto: Ronaldo Gutierrez

Bruna Guerin em cena de Urinal, o Musical: melhor atriz de 2015 pelo Prêmio Bibi Ferreira – Foto: Ronaldo Gutierrez

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

A emoção foi grande para Bruna Guerin ao ser eleita melhor atriz do ano de 2015 na terceira edição do Prêmio Bibi Ferreira, na noite desta quarta (14), no Theatro Municipal de São Paulo.

A condecoração veio por conta de sua atuação em Urinal, o Musical, que segue em cartaz no Teatro do Núcleo Experimental, em São Paulo, sob direção de Zé Henrique de Paula.

Talvez tenha passado pela cabeça de Bruna momentos marcantes de sua carreira, como a gêmea do musical Garota Glamour, dirigida por Wolf Maya, em 2007, ou a mãe aflita de Hair, em 2010, ou a Bruxa Boa do Norte de O Mágico de Oz, de 2012, estes dois últimos sob direção de Charles Möeller e Claudio Botelho.

Bruna Guerin (à direita), ao lado da colega Karin Roepcke, no musical Garota Glamour, de Wolf Maya: gêmeas em 2007 - Foto: Silvia Santana

Bruna Guerin (à direita), ao lado da colega Karin Roepke, no musical Garota Glamour, de Wolf Maya: gêmeas em 2007 – Foto: Silvia Santana

Bruna é cria da nova geração de atores que se destacam em musicais. É uma verdadeira atleta dos palcos. Na última década, se preparou diariamente para chegar, hoje, ao topo da carreira.

A atriz sempre dividiu sua agenda entre aulas de balé, de canto e sessões de fisioterapia, para manter o corpo disponível às personagens. Fez de tudo para ser uma atriz completa, capaz de não só cantar e dançar, como também de encarar dramas ou comédias.

Bruna Guerin como a mãe aflita de Hair - Foto: Leo Ladeira

Bruna Guerin como a mãe aflita de Hair – Foto: Leo Ladeira

“O teatro tem tantas possibilidades que, quando posso, tento me aprimorar para poder oferecer mais possibilidades como artista”, afirma.

Assim, consegue unir a técnica ao carisma para dar vida a Luz, a mocinha de Urinal. “Acredito que um ator é ator em qualquer segmento, veículo”, define.

Ao lado do apresentador Daniel Boaventura, Bruna Guerin recebe o Prêmio Bibi Ferreira de melhor atriz, nesta quarta (14), no Theatro Municipal de São Paulo - Foto: Roberto Ikeda

Ao lado do apresentador Daniel Boaventura, Bruna Guerin recebe o Prêmio Bibi Ferreira de melhor atriz, nesta quarta (14), no Theatro Municipal de São Paulo – Foto: Roberto Ikeda

Ao subir no palco do Municipal para buscar seu troféu, Bruna repassou toda uma vida dedicada às artes. E lembra do papel primordial que sua formação teve no desenvolvimento de sua carreira: “Na minha escola, desde o jardim da infância, música era matéria obrigatória. E o balé sempre fiz desde os quatro anos de idade”.

Foi assim que se deu bem logo no primeiro teste. “Quando me formei atriz, meu primeiro teste foi para uma peça musical porque precisavam urgente de atrizes que cantassem e dançassem”, recorda.

Com profissionalismo e garra, enfrenta os altos e baixos da incerta carreira de uma atriz. Sabe que é preciso muito esforço e que o glamour de receber prêmios não é o cotidiano. Por isso, mantém os pés no chão.

Bruna Guerin ao lado da mãe, pouco antes de ganhar o Prêmio Bibi Ferreira: apoio da família foi fundamental para seu sucesso - Foto: Roberto Ikeda

Bruna Guerin comemora ao lado da mãe, após ganhar o Prêmio Bibi Ferreira: apoio da família foi fundamental para seu sucesso – Foto: Roberto Ikeda

E recorda que o apoio da família sempre é fundamental. “Tive sorte de ter pais que sempre me apoiaram e me ajudaram muito no começo”, conta. E avisa a quem possa achar que ser atriz é um mar de rosas: “Escolher essa profissão para se tornar rico, é jogar na mega sena. Sabemos que infelizmente nossa profissão no Brasil é muito desvalorizada. E numa profissão com mais “não”s do que “sim”s, quanto mais um artista puder oferecer, mais trabalho aparece”, dá a dica.

Ela nunca deixa de fazer o dever de casa. Quando não está no palco, está na plateia: “Procuro ver teatro em qualquer lugar do mundo que eu vá”.

Ao lado de Heloisa Perissé, Bruna Guerin viveu a Bruxa Boa do Norte em O Mágico de Oz - Foto: Divulgação

Ao lado de Heloisa Perissé, Bruna Guerin (à esq.) viveu a Bruxa Boa do Norte em O Mágico de Oz – Foto: Divulgação

E pontua que nem sempre profissionais que se dedicam conseguem o mesmo destaque que rostos conhecidos da TV, que muitas vezes têm dedicação à carreira em proporção inversa à da fama. “Acredito que nós artistas temos que buscar sempre nos lapidar. Esse seria o ideal. Mas sabemos que hoje em dia temos as exceções. Na realidade do nosso cenário cultural hoje, onde o grande público vai ao teatro atrás de nomes — e as empresas que investem também”, lamenta. “Alguns atores com uma projeção grande na mídia fazem musical com apenas algumas aulas de canto e dança e está tudo certo, não é?”, questiona, repleta de razão.

Bruna Guerin: trajetória de sucesso nos palcos - Foto: Divulgação

Bruna Guerin: trajetória de sucesso nos palcos – Foto: Divulgação

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. outubro 16, 2015

    […] Consagração Bruna Guerin, a protagonista de Urinal, o Musical, levou o Prêmio Bibi Ferreira de melhor atriz. Está contentíssima. Saiba mais sobre sua trajetória. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *