‘Estou com um nó na garganta”, diz Tássia Camargo sobre morte de Yoná Magalhães

Tássia Camargo ao lado de Yoná Magalhães e de Joana Fonn, Paulo Betti e Renato Consorti durante militância no fim da década de 1980 - Foto: Arquivo Tássia Camargo

Tássia Camargo ao lado de Yoná Magalhães e de Joana Fomm, Paulo Betti e Renato Consorte durante militância no fim da década de 1980 – Foto: Arquivo Tássia Camargo

Por TÁSSIA CAMARGO*

Estou com um nó na garganta.

Não esperava perder mais uma grande amiga, além de atriz incrível.

Leia: Morre Yoná Magalhães

Yoná Magalhães foi e sempre será uma amiga ímpar, daquelas que nos dão aulas e compartilha ensinamentos em cada momento ao seu lado.

Ela fez minha mãe em Tieta e nossa amizade permaneceu. Ensinou-me muitas coisas da arte e da vida.

Nunca me esqueço que ela não passava batom ao interpretar Tonha, em Tieta, porque me disse que era uma personagem humilde, simples.

E na vida real essa personagem, se existisse, dificilmente passaria batom.

Por isso, ela usava um cotonete nos lábios para o sangue circular e, assim, ficar com os lábios vermelhos.

Um detalhe que para tantos pode parecer bobo, mas não é.

Presenciei também uma cena dela com o saudoso Sebastião Vasconcelos em que ambos viam uma borboleta imaginária, uma cena-aula até hoje para mim.

Fica aqui minha tristeza e saudade dessa grande atriz.

Vá em paz, amiga!

*TÁSSIA CAMARGO é atriz.

Yoná Magalhães como Tonha, em Tieta, novela de 1989 - Foto: Divulgação

Yoná Magalhães como Tonha, em Tieta, novela de 1989 – Foto: Divulgação

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. outubro 20, 2015

    […] “Estou com nó na garganta!”, diz amiga […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *