O Retrato do Bob: Gabriela Morato, múltiplas vertentes

A atriz Gabriela Morato - Foto: Bob Sousa

A atriz Gabriela Morato – Foto: Bob Sousa

Foto BOB SOUSA
Por MIGUEL ARCANJO PRADO

A atriz Gabriela Morato começou em Poá, na Grande São Paulo, integrando a Cia. da Rosa, dirigida por Fabio Miguel. Em 2011, entrou para o Teatro do Incêndio, conduzido por Marcelo Marcus Fonseca. Nele, está no palco e também nos bastidores. Essa vertente ganhou reforço em 2012, quando entrou para o curso de produção cultural da Associação Cultural Opereta, sob coordenação de Marco Senna. Com o Incêndio, esteve no elenco e produção das peças Baal – O Mito da Carne, de Bertolt Brecht, Fim de Curso, de Rene de Obaldia, São Paulo Surrealista e O Pornosamba e a Bossa Nova Metafísica, com textos e direção de Marcelo Fonseca. Desde 2014, desenvolve no grupo o projeto SOL-TE, que traz para crianças o contato com as artes cênicas e outros meios criativos. Em 2015, subiu ao palco em Pano de Boca, de Fauzi Arap, dirigido por Marcelo Marcus Fonseca, como Magra, alem de também compor os figurinos da peça. Afinal, é atriz de múltiplas vertentes.

*BOB SOUSA é fotógrafo e mestre em Artes Cênicas pela Unesp. Autor do livro Retratos do Teatro, ele publica sua coluna O Retrato do Bob toda segunda-feira.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Phillipe disse:

    Lindíssima a foto do Bob!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *