Pela igualdade no Carnaval, Olodum sai sem cordas em Salvador

Olodum arrasta multidão no Carnaval de Salvador de 2015: este ano bloco sairá sem cordas - Foto: Magali Moraes

Olodum arrasta multidão no Carnaval de Salvador de 2015: este ano bloco sairá sem cordas – Foto: Magali Moraes

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Mais famoso bloco afro do Brasil, o Olodum sairá sem cordas no Carnaval. Ou seja, de forma democrática e sem cobrança de abadás.

O bloco do Pelourinho vai desfilar no circuito do Campo Grande, no centro de Salvador, no dia 9 de fevereiro.

O tema é “Brasil, mostra tua cara! Sou Olodum, quem tu és?”.

Segundo o grupo, a decisão de sair sem cordas é em prol da igualdade na festa popular.

Assim, vai poder ir atrás do trio elétrico do Olodum quem quiser.

Muitos blocos afros da Bahia acusam o Carnaval soteropolitano de ter virado uma festa-apartheid.

A temática de 2016 do Olodum ainda inclui a história do povo negro e do legado civilizatório que consolidou e aprofundou as raízes do Brasil.

Há espaço para deuses, as divindades, as tribos, as nações africanas, as religiosidades, as lideranças negras brasileiras, africanas e da diáspora, todos componentes indissociáveis da cultura  e da formação do Brasil.

Antes do desfile de Carnaval, haverá duas terças da benção, nos dias 26 de janeiro e 2 de fevereiro, Dia de Yemanjá, na sede do grupo, no Pelourinho. O ensaio final do bloco afro acontecerá em 31 de janeiro.

A iniciativa do Olodum de sair sem cordas é digna de aplausos. Tomara que inspire outros blocos da festa baiana.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *