Chico fica espantado com Botelho, que liga para empresário do cantor para tentar se explicar

Chico Buarque e Claudio Botelho: cantor e compositor está espantado com falas do ator e diretor de musicais - Foto: Divulgação

Chico Buarque e Claudio Botelho: cantor e compositor está espantado com falas do ator e diretor de musicais – Foto: Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

O cantor e compositor Chico Buarque ficou espantado com as declarações de Claudio Botelho, a quem autorizou a montagem do espetáculo Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos, apurou o site.

Chico Buarque também decidiu não dar mais autorização para que Botelho utilize canções suas neste ou em outros espetáculos no futuro.

Leia: Claudio Botelho pede desculpas

O musical teve apresentação polêmica em Belo Horizonte, neste sábado (19), no Sesc Palladium, quando Botelho utilizou uma cena da obra para chamar, no palco, a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula de “ladrões”, ao que foi respondido em coro por parte da plateia: “Não vai ter golpe”.

A peça foi interrompida, e a sessão deste domingo (20), cancelada. O valor do ingresso está sendo devolvido aos espectadores, e o Sesc Minas pediu desculpas ao público pelo ocorrido.

Em áudio divulgado pela Mídia Ninja, Botelho diz a seguinte frase, durante discussão nos bastidores com a atriz Soraya Ravenle, sua colega de elenco, logo após a polêmica em cena: “um ator não pode ser peitado por um negro, por um filho da puta“. [Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, Botelho afirma que falou “nêgo” como expressão que quer dizer “alguém” e não para se referir a alguém negro. “Não sou racista”, se defendeu].

Procurado, Botelho não se manifestou sobre o teor racista de sua frase. Tampouco explicou por que escolheu usar um espetáculo com músicas de Chico Buarque, nome fortemente ligado à esquerda, para manifestar seu posicionamento político, justamente contrário ao do compositor.

Botelho liga para empresário de Chico

A reportagem também procurou o cantor e compositor Chico Buarque, para saber o que ele acha do episódio. Chico Buarque preferiu não se pronunciar.

Contudo, a reportagem apurou que, nesta manhã, ao saber da postura de Botelho em BH, o cantor teve uma reação “de espanto e de desagrado”, segundo revelou ao site uma pessoa próxima a Buarque.

A reportagem apurou ainda que o próprio Botelho telefonou nesta manhã para Vinicius França, empresário de Chico Buarque, para tentar se explicar e dizer que, de todo modo, Belo Horizonte era a última cidade da turnê do espetáculo Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos.

Mesmo assim, Chico Buarque resolveu não mais autorizar Botelho a fazer o espetáculo com sua obra nem mais dará autorização para que o diretor utilize suas músicas em suas montagens.

Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos, produzida, protagonizada e dirigida por Botelho, é um compilado de canções do artista, muitas delas verdadeiros hinos contra a ditadura civil-militar que vigorou no Brasil entre 1964 e 1985, cantadas pelo elenco ao estilo Broadway.

Claudio Botelho é dono da produtora Möeller & Botelho, ao lado do sócio Charles Möeller, responsáveis por musicais de sucesso como A Noviça Rebelde e Hair, entre outros. Atualmente, a dupla dirige o musical Cinderella, em cartaz no Teatro Alfa, em São Paulo.

Entenda melhor este caso

Curta nossa página no Facebook e siga o site!

Fique por dentro do que está rolando nas artes

Você pode gostar...

15 Resultados

  1. Rosana Correa Pereira El Kadri disse:

    Esse tal de Botelho é um analfabeto funcional. Como é que pode não saber do posicionamento de seu ídolo? Como pode desvirtuar dessa forma a obra do grande Chico Buarque?

  2. o sr. Botelho não entendeu mesmo a obra de Chico…

  3. mamia disse:

    Será que ele não entendeu que a poesia, música, toda criação artística do Chico está numa linha humanista e não fascista? Trocou alhos por bugalhos, que pena Chico Buarque não merecia isso nem o público dele.

  4. Paula disse:

    Ainda bem que nao vai ter mais esse musical. Era muito ruim. Raso. Espantoso o Chico autorizar que sua obra fosse usada num trabalho tão ruim, como de resto foi ruim a postura do Botelho que perdeu a grande chance de sua vida de ficar calado e acabou entrando para a história por este episódio terrível. Pra piorar, surtou no bastidor, perdeu totalmente a compostura e mostrou que teve sorte de conseguir usar a obra de Chico.

  5. Deise disse:

    Cuidado Chico, pq isso já poderia está armado contra sua imagem!!! Fica ligado!?

  6. Karem disse:

    Em pensar que esses coxinhas estudaram em escolas particulares. Pra vermos que a educação dessas escolas é um fracasso.

  7. Evanete disse:

    Quis bancar o espertalhão, aproveitar o momento, e mostrou que ñ entende nada desse gênio, lindo,Chico Buarque. O Chico não merece tanto analfabetismo de suas canções!

  8. ione disse:

    Se o Chico ouvir o áudio gravado vai entender perfeitamente que ele, Chico, segundo o ator em questão, faz parte do que há de pior nesse país. Que outra explicação o dito cujo gostaria de dar.

  9. Marina disse:

    1J acredito que a fala dele não foi racista ou preconceituosa, apenas fez aqueles chingamento que qualquer um faria, poderia ser outros palavrões , num momento de irá, e aí nos vemos que cada um interpreta como quer e cria toda essa confusão 2- ele esqueceu a obra de quem estava a apresentar, que provavelmente as pessoas foram assistir a peça por causa das musicas de Chico Buarque, neste momento tão importante e frágil para o Brasil.

    • Cristina Gomes disse:

      marina, voce se pintou…. mas faca o favor, fascismo e racismo sao crimes. A liberdade individual não da direito a atacar , ofender, agredir o outro. Isso não é liberdade, é selvajaria, é falta de educação, é crime. Sem meio termo, sem “jeitinho brasileiro” . Tanto foi um absurdo que o próprio idiota ja pediu desculpas,desculpas hipócritas e mercenárias, mas pediu.

  10. Hildegard miranda disse:

    Achei a maior falta de respeito a uma presidente que não foi provado nada contra ela só porque está do outro lado, ele queria mesmo era confusão.

  1. março 21, 2016

    […] Por MIGUEL ARCANJO PRADO […]

  2. março 22, 2016

    […] no último sábado (19), no Sesc Palladium, em Belo Horizonte, quando, após o episódio, Chico preferiu retirar a autorização de o diretor de usar sua obra em espetáculos. Botelho utilizou o Facebook para se expressar. Ao […]

  3. março 23, 2016

    […] Chico retira autorização para Botelho usar suas músicas no teatro […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *