Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

Fernanda Chamma e Tiago Barbosa - Foto: Luis França/Divulgação

Fernanda Chamma e Tiago Barbosa – Foto: Luis França/Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Intimista
Em cartaz no musical Cinderella, o ator Tiago Barbosa fez o show Living Room Concert na última quarta (11), em São Paulo. No repertório, jazz e R&B. A diretora e coreógrafa Fernanda Chamma estava entre os convidados e fez questão de parabenizar o amigo. Ela o dirigiu no musical Mudança de Hábito.

Tiago Barbosa com a equipe de seu show - Foto: Luís França/Divulgação

Tiago Barbosa com a equipe de seu show – Foto: Luís França/Divulgação

Cobertura
O show foi realizado no “apartamento-estúdio” do produtor e empresário Rubens Azevedo, que adora ver a classe artística no local próximo à av. Paulista. Uma cobertura. Tiago Barbosa foi acompanhado no show por quatro músicos (piano, contrabaixo acústico, bateria e metais), além de três poderosas backing vocals.

Mistura fina
O show teve direção e produção de Eduardo Ekermann, direção musical  do próprio cantor e arranjos de Murillo Leme e Eduardo Brasil, além de design de som de Paulinho Afitain. Turma boa.

Musicais
O Grupo Esparrama, que alegra os transeuntes do Minhocão em São Paulo com seu teatro feito nas janelas de um edifício em frente ao elevado, lança nesta sexta seu primeiro videoclipe: Bem-te-vi.

Cena da peça Hysteria: sessão para arrecadar fundos neste domingo (15) - Foto: Jonatas Marques/Divulgação

Cena da peça Hysteria: sessão para arrecadar fundos neste domingo (15) – Foto: Jonatas Marques/Divulgação

Passando o chapéu
Neste mês de maio no qual a Vila Maria Zélia, bairro histórico da zona leste paulistana, completa 99 anos, o Grupo XIX de Teatro realiza evento para arrecadar fundos para consertar o telhado do armazém que é sede do grupo no local. Será neste domingo (15), a partir das 15h, com apresentação da peça Hysteria. Depois, haverá shows, brechó, comidinhas e até um leilão. Recado dado.

Novinho em folha
O Teatro MorumbiShopping, novo palco paulistano, tem programação sob os cuidados da produtora PadRok, do casal Clarissa Rockenbach e Fernando Padilha. A abertura será em 20 de maio, próxima sexta, com a peça Para Tão Longo Amor, de Maria Adelaide Amaral, com Leopoldo Pacheco e Regiane Alves. Yara de Novaes e Carlos Gradim estão na direção da peça.

Da terrinha
O grupo português Casa da Esquina encena a peça O Meu País É o Que o Mar Não Quer nesta sexta (13), 21h30, na SP Escola de Teatro, em São Paulo. Depois, a peça segue para Belo Horizonte, onde se apresenta no FIT-BH, o Festival Internacional de Teatro, Palco & Rua, que acontece entre 20 e 29 de maio, ao qual a coluna não perde por nada deste mundo.

Cena de O Pão e a Pedra: greve dos metalúrgicos de 1979 no palco - Foto: Divulgação

Cena de O Pão e a Pedra: greve dos metalúrgicos de 1979 no palco – Foto: Divulgação

Companheiros
A Companhia do Latão estreia sua nova peça, O Pão e a Pedra, nesta sexta (13), às 19h30, no Tusp, onde ficam até 3 de julho. O tema é a greve metalúrgica do ABC de 1979 que transformou Lula em um grande nome nacional de nossa política.

Senta, que lá vem a história…
Quem disse que contação de histórias é só para os pequeninos? Muito pelo contrário, a arte oral cabe a todas as idades. Este é o foco do Boca do Céu, encontro internacional de contadores de história, realizado na Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo. A programação é gratuita e acontece também no Itaú Cultural e no Auditorio do Ibirapuera.

Confirmados
Participam do Boca do Céu, que vai até 21 de maio, nomes como Regina Machado, criadora do evento, os franceses Bernadette Bricout e Ludovic Souliman, a indiana Geeta Ramanujam, e a colombiana Carolina Rueda. Conheça a programação.

Denise Weinberg em O Testamento de Maria - Foto: João Caldas Filho/Divulgação

Denise Weinberg em O Testamento de Maria – Foto: João Caldas Filho/Divulgação

Mais uma
A atriz Denise Weinberg acaba de estrear no Teatro Aliança Francesa a segunda temporada da peça O Testamento de Maria, com direção de Ron Daniels e texto do irlandês Colm Tóibín. Vai até 12 de junho, de quinta a domingo. Estão todos convidados.

Contra o golpe
O Cordão da Mentira sai no fim da tarde desta sexta (13) no largo de São Francisco, no centro paulistano, em defesa da democracia.

Agendado
O ator Bruno Garcia assina texto, direção e atua ao lado de Dani Moreno, Isabella Moreira, Lucas Lentini e Maria Bia no infantil O Livro de Tatiana. A estreia está marcada para 25 de junho, no Teatro Porto Seguro, em São Paulo, com sessões aos sábados e domingos, às 15h.

Contista
O dramaturgo Newton Moreno lança seu livro Ópera e Outros Contos neste mês de maio. No dia 16, em Recife, no dia 23, no Rio, e no dia 25, em São Paulo.

Eduardo Pelizzari e Ligia Paula Machado: suspense inglês - Foto: Divulgação

Eduardo Pelizzari e Ligia Paula Machado: suspense inglês – Foto: Divulgação

Suspense britânico
Texto de sucesso em Londres, o espetáculo Blink reestreia no Espaço Promon, em São Paulo, neste domingo (15), às 19h. As sessões dominicais vão até 12 de junho. A obra marca a volta da atriz Ligia Paula Machado ao drama, depois de quatro anos fazendo musicais. Contracena com Eduardo Pelizzari.

Acessibilidade
Neste último final de semana de temporada da peça Os Médios, o espetáculo oferecerá áudio-descrição para os deficientes visuais nas sessões de sábado, 21h, e domingo, 20h, no Centro Cultural São Paulo. Michelle Ferreira assina texto e direção, com sua Má Companhia Provoca.

Mônica Rodrigues e Fernanda Azevedo em Carne - Foto: Divulgação

Mônica Rodrigues e Fernanda Azevedo em Carne – Foto: Divulgação

Feminista
A peça Carne, da Kiwi Companhia de Teatro, discute a mulher nos tempos atuais e faz sessões gratuitas no Teatro Cacilda Becker, na Lapa, em São Paulo, neste fim de semana. Sexta e sábado, 21h, domingo, 19h. A direção é de Fernando Kinas.

Andando por aí
O Grupo Rosas Periféricas apresenta o espetáculo Narrativas Submersas – Tijolos D’água em três cidades nos próximos dois meses: Rubineia, Mogi das Cruzes e São Paulo. Em Rubineia, interior paulista, a apresentação é na praça Osmar Novais nos dias 14 de maio, sábado, às 13h, e 15 de maio, domingo, às 11h. Já em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, a apresentação é na praça Cipriano Branco da Silva, em Taiaçupeba, nos dias 21 de maio, às 14h, e 22 de maio, 11h30h. Já em São Paulo as sessões serão na Casa de Cultura do Parque São Rafael, que fica na rua Quaresma Delgado, 376, nos dias 4, 11 e 18 de junho, sempre às 15h. Anotou tudo direitinho?

Thais Dias na peça Oju Orum: reta final no CCSP - Foto: Divulgação

Thais Dias na peça Oju Orum: reta final no CCSP – Foto: Divulgação

Negritude
Com Thais Dias no elenco, a peça Oju Orum entra na reta final no Centro Cultural São Paulo, onde fica até o fim do mês, sempre às terças e quartas-feiras, às 20h. A diretora Johana Albuquerque foi convidada pelos atores do Coletivo Quizumba para conduzir a montagem, que tem como base as culturas africana e afrobrasileira. O nome é uma referência ao mito da negra Anastácia, cujo nome real seria Oju Orum. Além dela, outras três mulheres surgem na obra. Vá ver.

Tem, mas acabou
O espetáculo itinerante Neverland ou As (In)existentes Faixas de Gaza encerra temporada nesta sexta (13), na rua Augusta, com ingressos esgotados. A equipe está radiante.

Rezo por vós
O espetáculo Irmã Selma, de Octávio Mendes, faz três apresentações no Teatro Extra Itam: dias 15, 22 e 29 de maio, domingos, com sessões às 19h.

Luciana Carnieli, Daboberto Feliz e Walderez de Barros - Foto: João Caldas/Divulgação

Luciana Carnieli, Daboberto Feliz e Walderez de Barros – Foto: João Caldas/Divulgação

No embalo do rio
A peça Rainhas do Orinoco, com texto do mexicano Emilio Garballido, traz uma trupe latino-americana em cima de um barco que navega em um rio. Estreia nesta sexta (13) no Teatro Vivo, em São Paulo. A direção é do mineiro Gabriel Viellela, que define seu elenco à coluna: ““Walderez de Barros e Luciana Carnieli são duas atrizes de gerações diferentes, mas de muita importância para todas as gerações. Elas congregam inteligência com estudo, entendimento e devoção à arte. Dagoberto Feliz é um grande clown-palhaço, um grande artista e esteve na montagem de Vem Buscar-me, ou seja, ele entende o que eu estou pensando para esta peça”.

Marilyn Nunes em Estrelas, que faz temporada no Arena - Foto: Tommy Bay/Divulgação

Marilyn Nunes em Estrelas, que faz temporada no Arena – Foto: Tommy Bay/Divulgação


Coisa de Lispector
A peça Estrelas, solo de Marilyn Nunes com direção de Julia Varley, faz temporada no Teatro de Arena, em São Paulo, entre 25 de maio e 5 de junho, com entrada a R$ 30, quinta, sexta e sábado, 20h, e domingo, 19h. Além da peça, o Oposto Teatro Laboratório oferece atividades formativas gratuitas. A peça é inspirada na lendária Macabéa, personagem do livro A Hora da Estrela, de Clarice Lispector. Coisa boa.

Cursos grátis
As duas oficinas gratuitas que o Oposto Teatro Laboratório dará no Arena são: Introdução à Dramaturgia da Atriz e do Ator, com Marilyn Nunes, que compartilha seu aprendizado no Odin Teatret, entre 27 de maio e 3 de junho, das 14h30 às 17h30. Já Flávia Coelho dará Do Treinamento À Criação Cênica, na qual compartilha seu aprendizado com Varley e no LAPCA (Laboratório de Processos de Criação Atorais, sob coordenação de Lucia Romano, nos dias 1º e 2 de junho, das 14h30 às 17h30. Informações e inscrições pelo e-mail [email protected] até 22 de maio. Corra antes que lote!

O espetácu

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *