O Retrato do Bob: Ney Piacentini, o ator épico-dialético

Ney Piacentini - Foto: Bob Sousa

Ney Piacentini – Foto: Bob Sousa

Foto BOB SOUSA
Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Paranaense de Campo Murão radicado em São Paulo, Ney Piacentini atualmente está em cartaz no Tusp com O Pão e a Pedra, nova montagem da Companhia do Latão, da qual faz parte desde 1997. A montagem recupera as greves operárias que marcaram a região do ABC no final da década de 1970. Além de ser nome importante dos palcos e ter sido diretor da Cooperativa Paulista de Teatro entre 2005 e 2013, Piacentini também atua no cinema, onde já esteve em longas como Cronicamente Inviável, de Sérgio Bianchi, Lula, O Filho do Brasil, de Fábio Barreto, e Trabalhar Cansa, de Marco Dutra e Juliana Rojas. Mestre em artes cênicas pela USP (Universidade de São Paulo) é o idealizador da Mostra Latino-Americana de Teatro de Grupo de São Paulo e fundador do Instituto Internacional de Teatro no Brasil, ligado à Unesco. Está sempre em sintonia com o mundo ao seu redor. Afinal, é um ator épico-dialético.

*BOB SOUSA é fotógrafo e mestre em Artes Cênicas pela Unesp. Autor do livro Retratos do Teatro, publica sua coluna O Retrato do Bob toda segunda-feira aqui no site.

Visite o site de BOB SOUSA

Visite o Blog do Arcanjo no UOL!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *