Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

Só Mais Uma está no Teatro Pequeno Ato, rua Teodoro Baima, 78, na República, em SP - Foto: Divulgação

Só Mais Uma está no Teatro Pequeno Ato, rua Teodoro Baima, 78, na República, em SP – Foto: Zé Aires/Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Feministas no palco
Em tempos de mulheres reivindicando cada vez mais seus direitos, a peça “Só Mais Uma” parece sintonizada com o Brasil de hoje ao discutir o papel da mulher a partir dos contos da norte-americana Dorothy Parker (1893-1967). A peça fica em cartaz até 17 de junho, quinta e sexta, 21h, no Teatro Pequeno Ato, com entrada a R$ 40 a inteira e R$ 20 a meia. No elenco estão Ângela Fernandes, Camila Ganc, Debora David, Flavia Coelho, Guto Costa, Jaques Bento, Joyce Ophelia Camassuti e Pagan Senior. A direção é da sempre talentosa Einat Falbel ao lado de Giseli Ramos. Vai, gente.

Matheus Ceará faz seu show de humor em SP - Foto: Divulgação

Matheus Ceará faz seu show de humor em SP – Foto: Divulgação

Santa ingenuidade
O comediante Matheus Ceará, famoso em A Praça É Nossa, no SBT, estreia em 7 de julho próximo a temporada de seu novo show de humor: Inédito pra Quem Nunca Viu, no Comedians, em São Paulo. Vai ficar em cartaz toda quinta, às 21h, até o fim de setembro. Anotou?

Poderoso
O show de humor de Matheus Ceará também está disponível no Netflix desde o último dia 20. Tá podendo.

Palhaça Rubra - Entrevista de Quinta

Palhaça Rubra: novo espetáculo em São Paulo – Foto: Divulgação

Pequeninos
“Um espetáculo que contém sonhos, devaneios e mirabolações de crianças desmioladas!”. Assim a Palhaça Rubra define Desmiolações, montagem adaptada para o teatro do livro homônimo escrito pela atriz Lu Lopes, que dá vida à Palhaça Rubra. Com direção de Marcelo Romagnolli, o espetáculo estreia dia 28 de junho, no Teatro Alfa, às 17h30. A temporada prossegue até o dia 7 de setembro, com sessões sábados e domingos, sempre às 17h30. A criançada vai amar.

Beto Mettig em Walmor y Cacilda, do Oficina: novos projetos - Foto: Claudia Junqueira

Beto Mettig em Walmor y Cacilda, do Oficina: novos projetos – Foto: Claudia Junqueira

Mudança 1
O ator Beto Mettig deixou a assessoria de imprensa do Teat(r)o Oficina para se dedicar a novos projetos. A função foi assumida por Brenda Amaral e Cafira Zoé. Boa sorte, meninas.

Mudança 2
No grupo Os Satyros, a assessoria de imprensa também mudou de mãos. Antes quem fazia era o ator Robson Catalunha. Agora, o ator Diego Ribeiro assumiu a função. Boa sorte, rapaz.

Marcelo Drummond e Tony Reis em Navalha na Carne - Foto: Victor Iemini

Marcelo Drummond e Tony Reis em Navalha na Carne – Foto: Victor Iemini

Afiado
O Oficina volta a apresentar a peça Navalha na Carne neste fim de semana. O clássico de Plínio Marcos tem no elenco Sylvia Prado, Tony Reis e Marcelo Drummond, que também dirige a obra. Além da performance cinematográfica de Igor Marotti Dumont, o Glauber Rocha do Oficina.

Leitura
Falando no autor, o Centro de Pesquisa e Formação do Sesc, em São Paulo, apresenta, no dia 25 de junho, leitura dramática da peça Reportagem de um Tempo Mau, de Plínio Marcos. A leitura encerra a primeira etapa do projeto Censura em Cena, coordenado pelo Observatório de Comunicação e Expressão e Censura (OBCOM) da ECA/USP, com o objetivo de recuperar os textos proibidos, entender de que forma a censura interferiu na produção artística e qual o seu impacto na atualidade. Fundamental.

Brasil: o Futuro que Nunca Chega – D. Pedro II é uma das peças de Samir Yazbek - Foto: Heloisa Bortz

Brasil: o Futuro que Nunca Chega – D. Pedro II é uma das peças de Samir Yazbek – Foto: Heloisa Bortz

História do Brasil
O dramaturgo Samir Yazbek estreia peça dupla, escritas e dirigidas por ele, no Sesc Consolação na próxima semana: Brasil: o Futuro que Nunca Chega – Princesa Isabel e Brasil: o Futuro que Nunca Chega – D. Pedro II. Serão apresentadas pela primeira vez, respectivamente, nos dias 9 e 10 de junho, quinta e sexta, às 21h. O time traz Helio Cicero na codireção e preparação de atores, André Cortez na cenografia, Domingos Quintiliano na iluminação, Anne Cerutti no figurino e Gregory Slivar na trilha sonora. Silvia Marcondes Machado está à frente da coordenação do projeto e Edinho Rodrigues responde pela direção de produção. Ufa.

Solo duplo
Depois de contracenar com Fernanda Montenegro na série da Globo A Doce Mãe, a atriz Elisa Volpato faz às segundas, às 20h, no Sesc Consolação, o monólogo Pulso, baseado na vida e obra do ícone da poesia confessional norte-americana, Sylvia Plath. O espetáculo faz parte do Projeto Escritoras na Boca de Cena, do Sesc Consolação, que apresenta também o solo A Dor, às terças, às 20h, da atriz Rita Grillo, a partir da obra La Douleur, de Marguerite Duras. As duas montagens, do coletivo Vulcão [criação e pesquisa cênica], têm direção de Vanessa Bruno.

Dança com entrada grátis: Porque Somos Mutantes - Foto: Leo Lin

Dança com entrada grátis: Porque Somos Mutantes – Foto: Leo Lin

0800
A obra do escultor e fotógrafo Jason de Caires Taylor é o ponto de partida para a Cia. Fragmento de Dança em seu novo espetáculo: Porque Somos Mutantes. Tem sessão nesta sexta (3) e sábado (4), às 19h, no Centro de Referência da Dança – CRD SP. Entrada é gratuita.

Estátua!
Para criação do espetáculo, foram investigados alguns procedimentos utilizados por estátuas vivas a fim de entender o que se passa no contraste entre pausa e movimento. A direção e coreografia é de Vanessa Macedo. Recado dado.

Kafkaniano
Já que o assunto é dança, a Cia Carne Agonizante está em cartaz com o espetáculo O Processo, de Franz Kafka. A concepção, coreografia e direção são assinadas por Sandro Borelli. As apresentações acontecem de quinta a sábado às 21h; domingo às 19h no Kasulo Espaço de Arte e Cultura até 26 de junho. O espetáculo está há 13 anos no repertório da cia, uma maneira de sempre continuar provocando a plateia com um clássico de Franz Kafka.

Bruna de Moraes e Eliot Tosta em Te Amo, Franco Roo - Foto: Daniel Mello

Bruna de Moraes e Eliot Tosta em Te Amo, Franco Roo – Foto: Daniel Mello

Coisas da praça
A peça Te Amo, Franco Roo encerra temporada no Estação Satyros, na praça Roosevelt, neste sábado, 21h, e domingo, 18h, com entrada a R$ 40 a inteira e R$ 20 a meia.

Em conjunto
Escrita por Alexandre Freire, Lucas Paiva, Sergio Virgilio, Vivi Roesil e Victor Hugo Valois, também conhecidos como Os Shakers, a montagem é uma homenagem à praça que é o centro teatral (e skatista) paulistano.

Miriam Limma faz uma crítica de arte arrogante e com sotaque francês - Foto: Laercio Luz

Miriam Limma faz uma crítica de arte arrogante e com sotaque francês – Foto: Laercio Luz

Destaques
No elenco estão Bruna de Moraes, Eliot Tosta, Heide Dória, Miriam Limma, Rodrigo Mazzoni e Vinicio Dutra, com destaque para as atuações de Bruna de Moraes, na pele de uma garota rock’n’roll, e Miriam Limma, que vive uma petulante crítica teatral com sotaque francês. Oui Madame?

Camiseta
A turma de Te Amo, Franco Roo é tão apaixonada pela peça que até mandou fazer camisetas do espetáculos, que andam fazendo sucesso na praça Roosevelt. Danados.

Cia Caravan Maschera faz ocupação na Funarte - Foto: Divulgação

Cia Caravan Maschera faz ocupação na Funarte – Foto: Divulgação

Ocupa tudo
Comemorando cinco anos de existência em 2016, a Cia Caravan Maschera, cuja sede brasileira se encontra no bairro rural do Jardim Maracanã, na cidade de Atibaia, interior de São Paulo, realiza de 3 a 12 de junho a Ocupação Caravan Maschera, no Complexo Cultural da Funarte, na capital paulista. A Cia ítalo-brasileira – formada pelos artistas Giorgia Goldoni e Leonardo Garcia Gonçalves – apresenta três espetáculos (dois adultos e um infantil) do repertório. Estão todos convidados.

Ed Marte e Cristal Lopez: de olho na Câmara dos Vereadores de BH - Foto: Divulgação

Ed Marte e Cristal Lopez: de olho na Câmara dos Vereadores de BH – Foto: Divulgação

Eleições
As artistas trans Cristal Lopez e Ed Marte lançaram pré-candidatura ao posto de vereadora de Belo Horizonte. A sociedade mineira patriarcal caiu pra trás. Tombada, é claro.

Olha lá, é de graça
O musical Gonzagão, a Lenda terá sessão grátis em Belo Horizonte no dia 1º de julho, uma sexta, às 20h, na Praça da Estação.

Bruna Thedy é Brigitte Bardot - Foto: Jefferson Pancieri/Divulgação

Bruna Thedy é Brigitte Bardot – Foto: Jefferson Pancieri/Divulgação

Sucesso
O espetáculo Com Amor, Brigitte, com Bruna Thedy, prorrogou temporada até 26 de junho no Teatro do Masp, em São Paulo.

 

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Phillipe disse:

    Bruna Thedy está belíssima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *