O Retrato do Bob: Francisco Medeiros, lição no palco

Francisco Medeiros, o Chiquinho - Foto: Bob Sousa

Francisco Medeiros, o Chiquinho – Foto: Bob Sousa

Foto BOB SOUSA
Por MIGUEL ARCANJO PRADO

O diretor paulistano Francisco Medeiros estreia nesta segunda (13) a peça Os Dois e Aquele Muro, de Ed Anderson e com os atores Luciano Gatti e Plínio Soares como dois homens em um intenso jogo de sedução e poder. A obra aporta no Espaço dos Fofos, na Bela Vista, em São Paulo, onde cumpre temporada até 3 de agosto, sempre segunda, terça e quarta, às 21h. Chiquinho, como é chamado no meio teatral, tem 44 anos de carreira dirigindo espetáculos de teatro, dança e ópera em mais de 130 encenações, que lhe renderam 40 prêmios na estante. Ele, que já viveu na efervescente Nova York do fim da década de 1970 e começo dos anos 1980, onde foi pupilo de Peter Brook, foi também mestre de distintas gerações de nossos palcos, tendo passado pela EAD (Escola de Arte Dramática) da USP (Universidade de São Paulo), onde se formou como diretor, e também pela ELT (Escola Livre de Teatro de Santo André) e SP Escola de Teatro, onde foi coordenador do curso de atuação. Atualmente, é professor na PUC-SP e segue dando suas lições nos palcos, nas peças que dirige.

*BOB SOUSA é fotógrafo e mestre em Artes Cênicas pela Unesp. Autor do livro Retratos do Teatro, publica sua coluna O Retrato do Bob toda segunda-feira aqui no site.

Visite o site de BOB SOUSA

Visite o Blog do Arcanjo no UOL!

 

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Phillipe disse:

    A foto do Bob está esplêndida! Parabéns para ele!
    E um currículo desses dispensa comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *