Fernanda Montenegro e Vigilante Rodoviário dominam noite no CineOP em Ouro Preto

Fernanda Montenegro fez público de Ouro Preto se divertir - Foto: Divulgação

Fernanda Montenegro fez público de Ouro Preto se divertir – Foto: Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
Enviado especial a Ouro Preto (MG)*

A noite desta sexta-feira (24) na 11ª CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto foi dominada pela maior atriz do Brasil, Fernanda Montenegro, e também pelo herói infantil dos primórdios da TV brasileira, O Vigilante Rodoviário.

Em sessão ao ar livre na praça Tiradentes, coração de Ouro Preto, o público assistiu a três episódios da célebre série O Vigilante Rodoviário, pioneira neste formato no Brasil, exibida na década de 1960 pela TV Tupi sob direção de Ary Fernandes.

A série faz parte da Mostra Histórica – Case Cinema e Tv, protagonizada por Carlos Miranda, o Vigilante, e seu inseparável cão Lobo. Entre os episódios exibidos esteve “Aventuras em Ouro Preto”, que emocionou a população local ao ver a cidade de quase seis décadas atrás na telona. Os mais velhos na praça cantaram junto o tema de abertura, saudosos de sua infância. E os mais jovens puderam conhecer a série que marcou época.

Cena de O Vigilante Rodoviário: série recebeu homenagem na CineOP - Foto: Divulgação

Cena de O Vigilante Rodoviário: série recebeu homenagem na CineOP – Foto: Divulgação

Na sequência, foi exibido o longa “Doce de Mãe”, no mesmo Cine BNDES na Praça, protagonizado por Fernanda Montenegro, na pele de uma senhora idosa que preza por sua liberdade e enfrenta os filhos para fazer o que deseja. O filme de Jorge Furtado e Ana Luiza Azevedo é uma parceria da Globo com a Casa de Cinema de Porto Alegre. O público ouropretano se encantou com o talento de Fernanda Montenegro, acompanhando o divertido filme com muitas gargalhadas.

Na apresentação do filme, Ana Gabriela, gerente de produção da Globo, afirmou que a emissora quer avançar na parceria com o cinema, produzindo conteúdos para variadas plataformas. A diretora Ana Luiza Azevedo falou da importância de exibir o filme em “um cenário tão maravilhoso como Ouro Preto, que é a história viva do Brasil”.

Clássico: Eles Não Usam Black Tie foi exibido no Cine Vila Rica - Foto: Divulgação

Clássico: Eles Não Usam Black Tie foi exibido no Cine Vila Rica – Foto: Divulgação

Fernanda Montenegro foi estrela de uma outra sessão na noite: “Eles Não Usam Black Tie”, filme clássico do cinema nacional de 1981 dirigido por Leon Hirszman. O longa foi exibido no Cine Vila Rica, dentro da Mostra Histórica.

No elenco da obra inspirada na peça de Gianfrancesco Guarnieri estão, além dele mesmo, Carlos Alberto Riccelli, Bete Mendes e Anselmo Vasconcelos, entre outros. O filme, que levou o Leão de Ouro no Festival de Veneza de 1981, mostra um sindicalista em confronto com seu filho.

No fim da noite, o público rumou para o Galpão Cine Bar Show, no Centro de Convenções de Ouro Preto, onde teve o show da banda ouropretana Los Gregórios e a festa Transa, com música brasileira. Na noite anterior, quem animou o público foram o DJ Rafael e a banda Galanga, também de Ouro Preto.

*O jornalista Miguel Arcanjo Prado viajou a convite da CineOP.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *