Por trás do pano – Rapidinhas teatrais

Denise Fraga e grande elenco em "Galileu Galilei", clássico do teatro - Foto: João Caldas

Denise Fraga e grande elenco em “Galileu Galilei”, clássico do teatro – Foto: João Caldas

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

Clássico de Brecht
Denise Fraga, querida da coluna, pede para avisar que seu espetáculo “Galileu Galilei” está de volta a São Paulo em temporada popular no Teatro João Caetano. As sessões ocorrem de quinta-feira a sábado, às 21h, e aos domingos, às 19h, até 15 de outubro. Os ingressos custam até R$20. Estão todos convidados.

Minha turma é um barato
Além de Denise Fraga, estão no elenco Ary França, Lúcia Romano, Théo Werneck, Maristela Chelala, Vanderlei Bernardino, Jackie Obrigon, Luís Mármora, Silvio Restiffe e Daniel Warren. A direção é da aguerrida Cibele Forjaz.

"O Santo Dialético" está de volta ao Teatro do Incêndio - Foto: Giulia Martins

“O Santo Dialético” está de volta ao Teatro do Incêndio – Foto: Giulia Martins

Pegando fogo
Para comemorar os 20 anos da companhia, o Teatro do Incêndio reestreia em São Paulo em sua sede o espetáculo “O Santo Dialético”, no dia 15 de outubro (sábado, às 20h), que fica em cartaz até 4 de dezembro. Com texto e direção de Marcelo Marcus Fonseca, a montagem investiga nossa brasilidade original, tão atormentada pela louca urbanidade. Vale a pena conferir.

Internética
A atriz Vanessa Goulartt anda fazendo sucesso com suas transmissões ao vivo no Facebook. Ela gosta de ficar por lá às 18h, horário e nome de seu programa virtual. Seu gato é um charme à parte.

Danielle Winits mergulhou no mundo de Marilyn Monroe para fazer peça dirigida por Marília Pêra - Foto: Divulgação

Danielle Winits mergulhou no mundo de Marilyn Monroe para fazer peça dirigida por Marília Pêra – Foto: Divulgação

Coisas de Marilyn
Danielle Winits é Marilyn Monroe em “Depois do Amor”, última direção de Marília Pêra, em cartaz no Teatro Itália, em São Paulo. À coluna, ela conta que se dedicou muito à montagem: “Li muito. Assisti todos os filmes. Li seus diários que foram publicados”. Danada.

Som ao redor
O ator mineiro Odilon Esteves, que está em cartaz em São Paulo com a peça “Urgente”, de seu grupo Luna Lunera, no CCBB, fez um bate-volta rodoviário até Belo Horizonte só para ver o concerto de Zé Miguel Wisnik com a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. É que ele é muito fã. Fez bem.

"Criança Enterrada" estreia no Teatro Cemitério de Automóveis - Foto: Lucas Mayor

“Criança Enterrada” estreia no Teatro Cemitério de Automóveis – Foto: Lucas Mayor

Segredo de família
Ganhadora do Prêmio Pulitzer de drama em 1979, a peça “Criança Enterrada” estreia dia 21 de outubro, sexta-feira, às 21h, no Teatro & Bar Cemitério de Automóveis, em São Paulo. Texto inédito do dramaturgo americano Sam Shepard, espetáculo representa de forma macabra uma família típica do meio oeste americano que possui um segredo obscuro. Com direção de Mário Bortolotto, montagem da Cia Cemitério de Automóveis, tem tradução de Reinaldo Moraes.

Tem o Peréio
No elenco de “Criança Enterrada” estão Ana Hartmann, Carcarah, Dida Camero, Nelson Peres, Paulo Cesar Peréio, Thiago Pinheiro e Walter Figueiredo. O espetáculo tem iluminação de Marcos Loureiro, cenografia de Mariko e Seiji Ogawa, figurinos de Letícia Madeira e programação visual e ilustrações de André Kitagawa.

Musical infantil tem libras inserida na dramaturgia - Foto: Divulgação

Musical infantil “Coração de Herói” tem libras incorporada na encenação – Foto: Divulgação

Para todos
Escrito e dirigido por Liliane Zimermann, “Coração de Herói – O Musical” quer divertir todos os públicos, de modo acessível e inclusivo. O espetáculo tem tradução simultânea para libras, mas não da mesma forma que acontece regularmente no teatro. Os próprios atores apresentam as cenas em português e libras.

Aventureiros
Funciona assim: a montagem  se passa no quarto de um menino, que vira cenário de uma grande e bela aventura. Os brinquedos tomam vida a partir das músicas ao vivo. Os irmãos apresentam o texto em português e os brinquedos fazem as vezes dos intérpretes de libras, ambos interagindo em cena. A estreia acontece neste sábado (8), às 15h, no Teatro Viradalata, em São Paulo. Vai, gente.

Dramaturgo britânico Tim Crouch faz masterclass gratuita em SP - Foto: Amelia Dowd

Dramaturgo britânico Tim Crouch faz masterclass gratuita em SP – Foto: Amelia Dowd

Gringo
Você que adora escrever para teatro: o 8º Ciclo do Núcleo de Dramaturgia SESI-British Council oferece disputada masterclass com o dramaturgo, diretor e ator britânico Tim Crouch, no dia 19 de outubro, das 14h30 às 16h, no Mezanino do SESI-SP. Na masterclass A Tirania da Grandeza, o dramaturgo usa a obra de William Shakespeare como uma referência, propondo olhar o mundo sob a perspectiva dos personagens secundários, das vozes não ouvidas. Tim promete explorar diversas abordagens para libertar Shakespeare de sua reputação como uma grande figura literária e resgatar sua força como um poeta vivo nos dias de hoje. O curso combina exercícios práticos de escrita com exemplos e técnicas a serem aplicadas. As oficina é gratuita e as inscrições estão abertas até o dia 10 de outubro pelo site www.sesisp.org.br/dramaturgia. Vai perder?

Grupo Quilombo faz peça no Teatro Leopoldo Fróes com esquema pague quanto puder - Foto: Divulgação

Grupo Quilombo faz peça no Teatro Leopoldo Fróes com esquema pague quanto puder – Foto: Divulgação

Mulheres fortes
Partindo de dois ícones religiosos – Maria e Iemanjá, “Pejí ti Iyámí – Alter de Minha Mãe” discute o papel da mulher na sociedade, mostrando desafios como preconceito, repressão e violência, permeados com poesia e lirismo. O espetáculo está no Teatro Leopoldo Fróes, em São Paulo.

Pague quanto puder
A montagem é altamente performativa e mistura dança, música e teatro, contando com a participação ativa do público, que decide, no final, quanto vale o ingresso. A temporada segue até 20 de novembro, com sessões às sextas-feiras e aos sábados, às 20h, e aos domingos, às 19h. Está esperando o que para conferir?

Cena da peça "Yayá", que faz temporada em São Paulo - Foto: Divulgação

Cena da peça “Yayá”, que faz temporada em São Paulo – Foto: Divulgação

Ô Yayá
A Cia de Teatro Humanóide faz temporada aos sábados de outubro, sempre às 20h, na Famosp, em São Paulo, da peça “Yayá”. O texto é de Jeferson Machado, Cristiane Credidio e Luciana Camargo; estas duas últimas estão em cena. A obra funde duas histórias: a de Dona Yayá, uma aristocrata paulista, e a do conto “Sapatinhos Vermelhos”, do livro “Mulheres que Correm com os Lobos”, de Clarissa Pinkola Estés.

Equipe
Os cenários foram feitos por  Djanilson Romário e Jean Corrêa, e o desenho de luz foi criado por Olavo Cadorini. O endereço é rua Nova dos Portugueses, 365, no bairro Chora Menino. O ingresso é R$ 30 a inteira. Informações pelo telefone: 11 96340-1025. Recado dado.

Lineu Gabriel Guaraldo em Pernambuco, terra de sua pesquisa - Foto: Tainá Barreto

Lineu Gabriel Guaraldo em Pernambuco, terra de sua pesquisa – Foto: Tainá Barreto

Última chance
O espetáculo solo “Tu Sois de Onde?”, de Lineu Gabriel Guaraldo, faz última apresentação no Teatro Sérgio Cardoso, às 19h, na Bela Vista, neste sábado (8). Guaraldo é ator e pesquisador das artes cênicas. Bacharel em Antropologia e mestre em Artes pela Unicamp, é atualmente doutorando no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFBA. Desde 2003 pesquisa tradições da Zona da Mata Norte pernambucana, em especial o Cavalo Marinho e o Maracatu de Baque Solto.

Denise Weinberg em "O Testamento de Maria" - Foto: João Caldas

Denise Weinberg em “O Testamento de Maria” – Foto: João Caldas

Mater Dei
Neste sábado (8), às 21h, e domingo (9), às 18h, o Teatro do Sesc Bom Retiro recebe o espetáculo “O Testamento de Maria”, com direção de Ron Daniels e texto de Colm Tóibín. A montagem retrata Maria no fim de sua vida, como uma mulher que além de mãe de um símbolo religioso histórico, revelou-se uma figura que precisava de grande força moral para suportar os reveses de perseguições no exílio, durante a tentativa de desvendar os mistérios que cercaram a crucificação de seu filho. Em cena, a grande atriz Denise Weinberg.

Phedra D. Córdoba (1938, Havana, Cuba - 2016, São Paulo, Brasil) - Foto: Bob Sousa

Phedra D. Córdoba (1938, Havana, Cuba – 2016, São Paulo, Brasil) – Foto: Bob Sousa

Está acabando
As inscrições para o próximo festival Satyrianas, cujo tema é Phedra de Todas as Cores, terminam nesta segunda, 10 de outubro. Corra, Lola, corra!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *