Satyros encena livro cruel da inquisição católica

Helenas estreia na sexta (31), às 23h59, no Satyros 1 – Foto: Andre Stefano

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

O Núcleo Experimental d’Os Satyros estreia a peça “Helenas” nesta sexta (31), às 23h59, no Espaço dos Satyros 1 (praça Roosevelt, 222), em São Paulo.

A obra é inspirada em “Malleus Maleficarum – O Martelo das Feiticeiras”.

Publicado em 1486 e escrito por Heinrich Kramer e James Sprenger, o livro é considerada a bíblia da inquisição católica e foi utilizado como um manual de combate aos praticantes de heresias.

O livro é considerado um dos mais perversos e cruéis da história humana.

A obra com direção de Gustavo Ferreira e coordenação de Rodolfo García Vázquez fica em cartaz até 27 de maio, sempre sexta e sábado, 23h59, com ingresso de R$ 20,00, inteira, e R$ 10,00, meia-entrada ou para moradores da Roosevelt.

Maiara Cicutt e Fabricia Mangolin assinam a dramaturgia. Enquanto que Diego Ribeiro faz a assistência de direção.

Estão no elenco Alessandra Nassi, Arthur Capella, Edemi Soares Jr, Elisa Barboza, Fabricia Mangolin, Felipe Ferreira, Isabela Cetraro, Ju Alonso, Karina Bastos, Maiara Cicutt e Safira Santos.

Nova peça do Satyros mostra período sombrio da história humana – Foto: Andre Stefano

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *