Leonarda Glück representa mulheres trans no Tusp

Leonarda Glück – Foto: Lex Kozlik

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

A dramaturga curitibana Leonarda Glück é uma das mulheres autoras escolhidas pelo 17º Ciclo de Leituras Públicas do Tusp, o Teatro da Universidade de São Paulo.

Ela apresenta sua obra Stoccarda ao público nesta segunda (15) no histórico prédio da rua Maria Antônia, 294, a partir das 19h30 com entrada gratuita.

A artista é a única mulher trans no recorte feminino da programação intitulada Essas.

Leonarda é artista residente e fundadora do Espaço Cultural Casa Selvática desde 2012, em Curitiba.

Em 2016 lançou, pela Ed. Dybbuk, A Perfodrama de Leonarda Glück – Literaturas Dramáticas de Uma Mulher (Trans) de Teatro, com seis de seus textos para teatro.

A dramaturgia de Stoccarda, palavra que é a tradução para a língua italiana da cidade alemã de Stuttgart, “trata das cambiantes relações culturais, políticas e afetivas que se estabelecem entre comunidades, países, continentes e seres humanos, acostumados sempre a legitimar e hierarquizar sua cultura por sobre as outras”, segundo a autora.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. CRVicente disse:

    A Leo é uma catarse necessária na cena Ctbana. É a eterna bacante que desfila um falo grandioso sobre esta cidade e nos relembra sempre da necessidade de ultrajar a vida nos palcos onde ela encena, para nos purgar de sermos ctbanos. Evoé!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *